Como a criança não sabe argumentar sobre seus desejos e vontades, ela usa desse mecanismo a que chamamos de birra. A psicóloga Daniella F de Faria discute como conversa com crianças nestes momentos em que ela faz “escândalo” para ser atendida.

Imagem de capa:  Shutterstock/Elena Zakh

Precisa de ajuda? Conheça a nossa orientação psicológica.


*O conteúdo do texto acima é de responsabilidade do autor e não necessariamente retrata a opinião da página e seus editores.


Compartilhar

RECOMENDAMOS



COMENTÁRIOS




Psicologias do Brasil
Informações e dicas sobre Psicologia nos seus vários campos de atuação.