Texto de Luciano Cazz, via Revista Pazes

A maior preciosidade de um filho são os seus sentimentos. Afinal não é a carne, nem o sangue, é o coração que nos torna pais e filhos. Criar um filho para o mundo significa entregar um adulto seguro, pleno e equilibrado para a sociedade. E na construção infantojuvenil de uma pessoa emocionalmente saudável é primordial que os pais repitam com certa frequência essas 10 frases:

1- Não se preocupe, eu estou aqui.
Sentimento de proteção é fundamental na formação de uma personalidade saudável. Seu filho precisa se sentir autoconfiante para ser capaz de enfrentar o mundo e ir atrás dos seus sonhos.

2- Não podem fazer isso com você.
No decorrer da infância a criança aprende o que é certo e errado, inclusive sobre o que fazem com ela. Se deixamos que ela entenda que lhe fazer mal é normal, crescerá um adulto que tudo aceita e, quiçá, submisso.

3- Meu filho…

Essa expressão é muito importante. Por isso, reforce esse sentimento fraternal que tem pelo seu filho. E fale com carinho e amor, então, ele entenderá a alegria que você sente por tê-lo trazido ao mundo.

4- Eu compreendo você.

Mesmo no mais bobo dos sentimentos do seu filho, é preciso mostrar compreensão. Não subestime seus medos nem seus desejos. Entenda, mesmo que não possa satisfazê-lo, porque, assim, ele saberá que suas possibilidades e limitações não se aplicam no amor que você tem por ele.

5- É normal se sentir assim.
Além de compreender é preciso deixar um filho a vontade com seus sentimentos. Se ele sente assim, faz parte dele e, então, é normal. Não permita que seu filho se sinta inadequado. Isso reprime e oprime, criando uma personalidade enfraquecida.

6- Você é capaz!
Saber que você acredita é uma injeção de ânimo na vontade de conseguir do seu filho. Mantenha sua crença até o final, porque ter capacidades não significa vencer sempre.

7- Estou orgulhoso do seu esforço.
Não elogie beleza. Nem sempre um filho estará belo. Não elogie sua inteligência, nem sempre um filho acerta. Elogie seus esforços, pois então, ele estará em paz por ter dado o melhor de si, mesmo que tenha falhado e seja imperfeito.

8- Se não der certo, ainda estarei ao seu lado.
E quando, apesar do esforço, seu filho se frustrar, abra os braços e seja seu porto seguro. Dê seu colo, faça um cafuné e diga que ele é importante independente dos tropeços de sua jornada. E, assim, ele tentará novamente sem se amedrontar diante da vida.

9- Eu te amo.
Fale nos momentos de glória e, principalmente, nas derrotas. Seu filho precisa estar certo de que seu amor é incondicional para viver e ser feliz. Mas evite falar em situações corriqueiras para que a expressão não passe a ter a importância de um bom dia.

10- Desculpa, eu falhei.
É fundamental assumir suas falhas para seu filho para que ele desenvolva caráter e entenda a diferença do certo e errado. Se não assumimos nosso tropeço comunicamos que o errado é ele, mesmo estando certo. E isso pode confundir seu coração e a crença que tem de si mesmo.

Cuidar do emocional de uma criança requer mais trabalho do que servir um prato de comida, embora seja tão fundamental quando alimentá-la. De nada adianta um filho ser lindo e ter tudo, se lhe faltar autoestima. Por isso, é importante ler os sentimentos dos pequeninos e mostrar que os compreende mesmo que não consiga resolver todos seus problemas.

Portanto, proteja sempre o coração do seu filho, pois é lá que ele guarda amor.

Sobre o autor

Luciano Cazz é autor do livro “A tempestade depois do arco-íris”. Conheça o livro aqui.

Precisa de ajuda? Conheça a nossa orientação psicológica.


*O conteúdo do texto acima é de responsabilidade do autor e não necessariamente retrata a opinião da página e seus editores.


Compartilhar

RECOMENDAMOS



COMENTÁRIOS




REDAÇÃO PSICOLOGIAS DO BRASIL
Os assuntos mais importantes da área- e que estão em destaque no mundo- são a base do conteúdo desenvolvido especialmente para nossos leitores.