A princesa negra é protagonista do filme “A Princesa e o Sapo”

Uma mãe norte-americana provou – mais uma vez! – que representatividade importa, sim. Janess Strickland filmou a reação da filha de 3 anos, Madison Jade, após ganhar uma boneca da Princesa Tiana, protagonista negra do filme A Princesa e o Sapo. O vídeo, compartilhado no perfil em nome da criança no Instagram, conquistou a internet.

No vídeo, a mãe pergunta o que torna a princesa tão especial e Madison responde: “Eu a amo tanto, ela tem uma pele de chocolate assim como eu”. Uma frase como essa despensaria qualquer legenda, mas Janess ainda escreveu: “Minha pequena me procurou para falar sobre a cor de sua pele após alguém lhe dizer que ela era escura. Recentemente, eu a surpreendi quando a buscava na escola com uma nova boneca e um vestido. Direto da boca de uma criança… É por isso que representatividade importa!”

 

Mas não foram apenas as princesas da Disney a abrirem espaço para a diversidade. O filme Pantera Negra, lançado pela Marvel recentemente, também reabriu o debate em torno da representatividade nos cinemas. Em sua coluna do mês de abril na CRESCER, Lázaro Ramos destacou o quão simbólico foi ver os filhos se identificarem com os personagens de Wakanda, nação africana ficcional, super desenvolvida.

TEXTO ORIGINAL DE REVISTA CRESCER

Precisa de ajuda? Conheça a nossa orientação psicológica.


*O conteúdo do texto acima é de responsabilidade do autor e não necessariamente retrata a opinião da página e seus editores.


Compartilhar

RECOMENDAMOS



COMENTÁRIOS




Psicologias do Brasil
Informações e dicas sobre Psicologia nos seus vários campos de atuação.