O Covid-19 veio sem dúvida mudar as nossas vidas de várias formas. Para além das consequências econômicas e sociais, o vírus teve também outros efeitos na nossa sociedade.

Apesar de todos os diferentes sintomas experienciados por alguns infetados, um dos menos falados são a depressão, ansiedade e estresse após a infecção.

Alguns estudos verificaram o efeito da infecção por Covid-19 a longo prazo, e os resultados foram inesperados. Cientistas verificaram que até metade dos infetados admitiram ter sintomas de depressão meses após estarem recuperados. Quanto mais graves os sintomas, maior a probabilidade de ter depressão.

Além disso, os investigadores relataram casos de estresse pós-traumático, ansiedade e outras condições neurológicas. No entanto, os mecanismos por detrás destes sintomas ainda são alvos de estudos.

A Relação Entre Depressão e Covid-19

Os especialistas acreditam que a depressão por Covid-19 pode surgir de duas formas: a resposta imunológica ou o estresse da infecção.

Durante a resposta imune, o nosso corpo produz diversos compostos que promovem a inflamação. Investigadores observaram que aumento destes compostos pode estar associado a sintomas de depressão, como inflamação nervosa, transmissão neural deficiente e disfunções do hipotálamo.

No entanto, causas sociais podem também ser responsáveis por depressão. O isolamento social, o medo da doença, e a preocupação de infetar outras pessoas podem causar sintomas de depressão, ansiedade e estresse.

Covid-19 e Saúde Mental

A pandemia pode afetar a saúde mental mesmo daqueles que não tenham tido a infecção. No geral, os cientistas sabem que o Covid-19 pode afetar a saúde mental das seguintes formas:

  • Problemas económicos como falta de emprego
  • Distanciamento social
  • Menor acesso a cuidados médicos
  • Medo de ficar doente
  • Perda de familiares

A falta de socialização pode ter efeitos graves. Durante a pandemia, o distanciamento geral levou muitos a procurarem o conforto e socialização em ambientes online.

Uma das formas de recriar este sentido de comunidade é através dos casinos online. Por isso, estas casas de jogo receberam mais jogadores que nunca. No entanto, o jogo online também está relacionado com maior incidência de depressão e estresse, tal como a infecção por Covid-19.

Felizmente, muitos casinos sabem disso e criaram ferramentas de apoio a jogadores viciados em casinos. Dessa forma, criaram linhas de apoio onde os jogadores podem procurar a ajuda que necessitam. Podem ainda encerrar contas e excluir jogadores a seu pedido. Em alguns casinos, como o casino Betano, os jogadores podem definir os seus limites e atividade de jogo com apenas alguns cliques.

***

Photo by Elisa Ventur on Unsplash

RECOMENDAMOS






Informações e dicas sobre Psicologia nos seus vários campos de atuação.