A tenacidade mental é mais do que uma atitude perante a vida. Ninguém vem a este mundo com essa capacidade inata de superar qualquer adversidade ou de unir a mais ousada determinação, com a qual alcançar qualquer objetivo ou propósito. A força de vontade que permeia essa dimensão psicológica é treinada, adquirida através da experiência e com uma alta dose de perseverança.

Capacidade de desafio, autocontrole, confiança … Há muitas dimensões que constroem esse tipo de mentalidade, mas do campo da psicologia elas apontam para algo importante: todos podemos desenvolver essa valiosa e necessária competência. Além disso, a pessoa tenaz não é definida apenas por aquela disposição com a qual tentar alcançar o sucesso em seu trabalho ou conquistar um objetivo.

A tenacidade é, por sua vez, o alento do autodesenvolvimento e do bem-estar. Tem, portanto, um componente que está diretamente ligado à autoestima e favorece nosso senso de auto-realização. É perceber que somos capazes de alcançar o que propomos, é sentir-se digno, valioso e capaz de moldar a vida e a realidade que queremos.

Tenacidade mental, o que é isso?

Quando as coisas ficam difíceis, o processo de tomada de decisões pode ser o mais complicado; que caminho tomar e, mais importante, onde obter a motivação para enfrentar essa circunstância inesperada. Vamos enfrentá-lo, nós vivemos em uma sociedade que se concentra em dimensões como inteligência, talento, criatividade, caráter extrovertido, liderança, etc. Agora, onde está a tenacidade?

A força contida no que chamamos de ser tenaz é, possivelmente, a competência mais valiosa que os seres humanos podem ter. E, no entanto, nem sempre nos ensinam na escola, nem sempre nos dão diretrizes para saber como despertá-los. Freqüentemente, fazemos uso disso porque nossos pais nos transmitiram, porque certas figuras nos inspiraram e nos orientaram a aplicar efetivamente aqueles recursos que compõem a tenacidade mental.

SISU, para ter coragem no meio da adversidade

O Sisu é um conceito de origem finlandesa profundamente enraizado na sua cultura. Este termo integra uma fascinante combinação de idéias e dimensões, como resiliência, estoicismo, coragem, determinação e, é claro, tenacidade mental. Algo curioso sobre esse termo é que ele foi integrado na Finlândia desde tempos imemoriais, todos sabem o que isso significa, mas poucos conseguem explicá-lo com palavras concretas.

Foi no terceiro Congresso Mundial de Psicologia Positiva, em Los Angeles, em 2013, quando essa ideia foi apresentada à comunidade científica pela primeira vez. O Sisu foi concebido como uma energia psicológica potencial capaz de ajudar o ser humano a atingir um objetivo, superar uma adversidade e ser persistente nesse processo.

Além disso, há aqueles que afirmam que este compêndio de virtudes psicológicas estaria presente como um traço de personalidade em muitos casos. É verdade, no entanto, que existe outro aspecto em que há consenso: cada um de nós pode aprender a desenvolver a tenacidade mental.

Autoestima, o motor que inflama a sua tenacidade mental

A maioria dos estudos que foram realizados sobre a tenacidade mental vem do mundo dos esportes. Assim, trabalhos como os da Dra. Patricia Pritchard, da University of Virginia, Estados Unidos, enfatizam que essa força mental requer componentes como força de vontade, comprometimento, autocontrole e confiança.

No entanto, eles também destacam um elemento essencial: autoestima. Vamos pensar bem, sem esse músculo psicológico nada seria possível. Se você não se agradece, se você não se valoriza o suficiente para se sentir merecedor do que sonha, quer e precisa, dificilmente daremos o primeiro passo.

A pessoa tenaz é aquela que se recusa a se sentir derrotada. É também, aquele coração que mesmo estando consciente de que está esgotado, que a vida lhe deu mais do que um golpe e algum deslize, se recusa a perder a ilusão e o amor próprio. Devemos, portanto, tê-lo muito presente: sem auto-estima não há centelha, sem essa dimensão não vamos inflamar o motor da tenacidade mental.

Como posso fortalecer minha tenacidade psicológica?

Ninguém consegue grandes avanços em sua vida sem assumir compromissos ou riscos. Ou seja, é muito possível que tenhamos colocado uma série de objetivos elevados em nosso futuro próximo, como conseguir um bom emprego, aprovar uma oposição ou dar a tão necessária mudança em nossa existência.

Agora, é difícil que isso aconteça se não nos sondarmos: estou preparado para dar esse salto? Estou bem comigo mesmo? Sinto-me motivado, tenho os recursos psicológicos certos? Portanto, abordamos essas questões prioritárias e, para isso, nada melhor do que treinar os nutrientes que compõem a tenacidade psicológica. São os seguintes:

. Autocuidado: a tenacidade psicológica exige, antes de tudo, que nos sintamos bem conosco. Desta forma, é crucial que atendamos, que fortaleçamos nossa autoestima, que exponhamos medos e inseguranças, que clarifiquemos propósitos, necessidades internas, etc.

. Atitude: a pessoa tenaz treina sua atitude e essa disposição sempre resoluta, forte e otimista que lhe permite encarar o dia a dia com solvência.

. Hábitos baseados na tenacidade: em nossos dias, devemos começar a aplicar pequenas rotinas que nos ajudam a promover a tenacidade mental. Isto implica, por exemplo, ser capaz de alcançar pequenos objetivos sem se render, sendo perseverante. Também é importante aprender técnicas de resolução de problemas, aplicando uma mentalidade flexível, criativa e intuitiva para valorizar as oportunidades.

Para concluir, não vamos perder de vista essa maravilhosa pedra angular psicológica que nos ajudará a nos sentirmos mais felizes e, acima de tudo, ajustados aos nossos sonhos e necessidades.

Fonte indicada: La Mente es Maravillosa, tradução A Soma de Todos os Afetos
Foto de RUN 4 FFWPU da Pexels

Precisa de ajuda? Conheça a nossa orientação psicológica.


*O conteúdo do texto acima é de responsabilidade do autor e não necessariamente retrata a opinião da página e seus editores.


Compartilhar

RECOMENDAMOS



COMENTÁRIOS




REDAÇÃO PSICOLOGIAS DO BRASIL
Os assuntos mais importantes da área- e que estão em destaque no mundo- são a base do conteúdo desenvolvido especialmente para nossos leitores.