Você chega em casa e não pode se desconectar do trabalho? Você sonha com seu chefe ou aquele projeto que tinha que terminar? Você se sente incapaz de parar de pensar no relatório para fazer amanhã? Talvez você nem tenha considerado que pode ter um trabalho tóxico.

A maioria das pessoas desejou mais de uma vez não ir ao trabalho e ficar curtindo um dia de folga. Este não é um sinal de alarme, é algo natural. No entanto, é muito preocupante manifestar sentimentos catastróficos quando você pensa em seu trabalho. Quais são os sinais de aviso de que você está em um trabalho tóxico?

Você ainda consulta e-mails quando chega em casa, nos finais de semana ou em dias de folha? Permita-se ficar longe das tecnologias e aproveitar o que o rodeia. Talvez porque você é muito focado em seu trabalho, você está perdendo muitos momentos  valiosos.

Às vezes, estamos tão absorvidos no dia a dia que não podemos dar a cada coisa a importância que ela tem. Você tem que trabalhar para viver, não viver para o trabalho. Se você está em um trabalho que escraviza você 24 horas por dia, algo tem que mudar.

Tente se livrar dessa dependência pouco a pouco. E diga ao seu chefe. Tente desligar o telefone imediatamente após o trabalho ou não abra o e-mail, a menos que esteja no escritório. Seu sono também irá melhorar.

Mau ambiente de trabalho

É impossível se dar bem com todos. É normal que com alguns parceiros você tenha mais afinidade do que com os outros. Também é lógico que haja alguém que não queira compartilhar um café com ele. O que não é bom é estar cercado de pessoas conspiratórias. Um ambiente de trabalho ruim pode levar uma empresa líder em seu setor à própria ruína. Não é trivial e pode converter o que de fora é visto como um trabalho ideal em um verdadeiro trabalho tóxico. Fuja dos vampiros emocionais!

Carga de trabalho excessiva.

Se você está terminando tarefas e projetos importantes, mas sua lista de responsabilidades e tarefas não diminui, algo está errado. Você adicionou tarefas sem o seu conhecimento ou precisa comunicar que precisa de uma pausa. Às vezes, depois de terminar um relatório muito importante ou fechar uma grande operação após a qual você trabalha há meses, uma pausa é importante. Pelo menos, para recuperar o fôlego e suportar a pressão novamente.

Não importa se você é um gerente ou se está numa hierarquia de trabalho mais baixa. Todos precisam de etapas de trabalho menos estressantes.

Chefe ruim.

Se seu chefe faz com que você entenda que seu trabalho é dispensável, se ele zomba de seus empregados abertamente, desacredita você ou constantemente grita com… Sim, você tem um chefe ruim. Como ignorá-lo é completamente impossível, o ideal é que você estabeleça limites emocionais. Isto é, torne-se um espelho: não absorva suas palavras e não permita que elas o afetem.

Discriminação com gênero, raça ou religião

Discriminação baseada em sexo, idade, religião ou preferência sexual é sinônimo de trabalho tóxico. Se a situação se tornar realmente insuportável, é imperativo agir. Você pode dizer a um superior ou às pessoas responsáveis pelos recursos humanos, para que eles possam agir.

Se ainda assim, a situação pode continuar a ser a mesma ou até mesmo agravar. Neste caso, é conveniente procurar ajuda e aconselhamento jurídico.

Absentismo generalizado

É comum as pessoas terem que ir ao médico, ficar doentes ou ter um evento imprevisto pelo qual são forçadas a perder o trabalho. Mas se houver um alto nível geral de absenteísmo entre os trabalhadores, isso é um sinal claro de alarme de que você tem um trabalho tóxico.

E não só nos referimos a uma falha física, mas também a outra psicológica. O primeiro refere-se à ausência da sua posição de pelo menos 3 dias por mês. O segundo é uma forma de absenteísmo mental, aquele pelo qual estar presente no consultório é usado na maior parte do tempo em atividades não relacionadas ao trabalho.

Não há proteção para funcionários

Se você está em uma empresa onde não há possibilidades de promoção, não há rotatividade de cargos ou um plano de carreira real para os trabalhadores, sua empresa pode não estar querendo sua proteção. Certamente é porque a empresa está se concentrando mais em seus próprios interesses, como aumentar sua base de clientes ou economizar custos, e isto costuma prejudicar os seus funcionários.

Além disso, o problema é agravado quando não há departamento ou grupo de pessoas para garantir o bem-estar dos trabalhadores. Neste caso, se você é uma pessoa com iniciativa e se atreve a dar um passo à frente, é bom expressar seus desentendimentos e propor soluções. Antes de deixar qualquer trabalho, mesmo se você suspeitar que é um trabalho tóxico, é bom tomar medidas paliativas. Ou seja, buscar soluções através do diálogo e da harmonia. Se, depois de várias tentativas, isso não for eficaz, considere a possibilidade de mudar de emprego.

Este texto é uma tradução adaptada do original de Sara Clemente publicado em La Mente Es Maravillosa

Precisa de ajuda? Conheça a nossa orientação psicológica.


*O conteúdo do texto acima é de responsabilidade do autor e não necessariamente retrata a opinião da página e seus editores.


Compartilhar

RECOMENDAMOS



COMENTÁRIOS




REDAÇÃO PSICOLOGIAS DO BRASIL
Os assuntos mais importantes da área- e que estão em destaque no mundo- são a base do conteúdo desenvolvido especialmente para nossos leitores.