Os efeitos colaterais da quimioterapia são diversos. Enjoos, tonturas, fraqueza, queda de cabelo. E um dos mais comuns é a falta de apetite; agravada pelo surgimento de feridas na cavidade oral que tornam dolorosa a ingestão de alimentos.

Mas pesquisadores da Universidade Federal de Santa Catarina estão revertendo esse cenário, criaram um sorvete que é capaz de amenizar os efeitos indesejosos do tratamento. Com os sabores morango, chocolate e limão, o sorvete funciona como um complemento alimentar e foi oferecido aos pacientes do Hospital Universitário da UFSC no período de um ano.

Diferente dos sorvetes convencionais, este não tem lactose, nem glúten. É feito com azeite de oliva desodorizado, whey protein isolado – proteína extraída do soro do leite, rica em aminoácidos e de fácil absorção – e fibra.

A aceitação e os resultados do teste foram bastante positivos. “Foi uma surpresa maravilhosa, o sorvete é delicioso e ele minimiza os efeitos da quimioterapia”, disse Carol Gilda Martins, paciente da unidade hospitalar. Raquel Kuerten de Salles, do Departamento de Nutrição da UFSC, é uma das pesquisadoras responsáveis pela pesquisa. Por ser gelado, o sorvete ajuda a anestesiar inflamações na cavidade bucal que dificultam a ingestão alimentar.

A quimioterapia também altera em muito o paladar dos pacientes. Os alimentos adquirem um gosto diferente, aumentando a dificuldade para se alimentar – às vezes, apenas o cheiro da comida é o suficiente para incomodar, explica a médica Giovanna Steffenello, da equipe de Hematologia do hospital.

O aposentado Carlos Alberto Martins é mais um dos que sentem que sua recuperação melhorou quando passou a consumir o sorvete. “Então com sorvetinho ficou tudo de bom. A recuperação é melhor ainda.” Saboroso e eficaz no combate aos efeitos da quimioterapia, o sorvete serve como um incentivo importantíssimo para os pacientes seguirem firmes na recuperação juntamente com outros procedimentos para o tratamento contra o câncer.

Com informações do portal G1

Precisa de ajuda? Conheça a nossa orientação psicológica.


*O conteúdo do texto acima é de responsabilidade do autor e não necessariamente retrata a opinião da página e seus editores.


Compartilhar

RECOMENDAMOS



COMENTÁRIOS




REDAÇÃO PSICOLOGIAS DO BRASIL
Os assuntos mais importantes da área- e que estão em destaque no mundo- são a base do conteúdo desenvolvido especialmente para nossos leitores.