Como superar o fim de uma relação afetiva

Por Edson De Paula

O fim de um relacionamento amoroso pode ser algo impactante em nossas vidas, uma situação muitas vezes estressante, ainda mais em um mundo onde as relações têm sido mais virtuais que reais.

Não importa se você teve apenas um relacionamento virtual, daqueles que iniciam-se nas redes sociais e que terminam do mesmo jeito que começaram, ou seja, com um simples “curtir” ou “descurtir”, ou se viveu uma história de paixão duradoura com alguém: rompimentos de relação afetiva sempre serão difíceis e, às vezes, até insuperáveis.

Como coach comportamental especialista em relacionamento tenho auxiliado vários clientes neste conflito, alguns costumam “cavar um poço profundo”, no qual ficam imersos, outros preferem “construir uma ponte” para se conectar com novas possibilidades.

Nas minhas sessões de coaching e com os aprendizados que meus clientes obtiveram, alguns “insights” sobre como superar o fim de uma relação afetiva vão se tornando mais evidentes e resolutivos, portanto, resolvi dividí-los com você, espero que aprecie.

Como o primeiro momento do rompimento sempre é o mais difícil, é importante que você saiba selecionar alguém no qual possa confiar para ouvir sua história sem julgar. É o momento daquele “desabado” e pessoas muito próximas nem sempre serão a melhor opção, portanto, o apoio de um especialista em relacionamento talvez seja um bom começo.

Entenda que se escolher ficar dentro de casa choramingando o fim da relação, ninguém perceberá que você existe e está a fim de um novo relacionamento, portanto, entre no movimento para mostrar que está disponível para continuar, literalmente, caminhando na vida: quanto mais se aproxima de pessoas positivas, mais se amplia o resgate da sua auto-estima e amor próprio.

Outra ação que auxilia muito, por incrível que pareça, é uma boa limpeza no seu quarto, o seu espaço mais íntimo e pessoal. Elimine tudo aquilo que não serve mais para você e que tenha relação direta com o fim da relação. Eliminando aquilo que não lhe serve mais, se alivia a tensão e ainda ganha de bônus mais espaço para inserir coisas novas e importantes para sua vida.

Feito isso, você precisará fazer novas conexões mentais e isso só é possível quando você se desafia a realizar algo diferente daquilo que costuma fazer. Aproveite para visitar um lugar que tenha uma cultura totalmente diferente da sua, talvez até estudar um novo idioma, pois novos aprendizados mantém seu cérebro em atividade e abrem possibilidade para novos relacionamentos.

Uma outra dica aqui é procurar participar de grupos beneficentes, além de ajudar alguém que realmente precisa você também se auxilia a encontrar um novo relacionamento, pois “é dando que se recebe”.

Pelo menos até que resgate sua auto-estima e confiança, evite “fuçar” em informações da sua “ex relação afetiva” nas mídias sociais. Lembre-se que a “curiosidade mata” e que este é um momento para novas conexões, portanto, invista seu tempo em você!

Elaborar um novo plano de ação também auxiliará você a encontrar a felicidade em outras áreas da sua vida que talvez até andem esquecidas, como por exemplo aquela formação que você tanto queria fazer, uma nova carreira ou até mesmo a compra de um novo imóvel. Quando você traça um novo projeto de vida e segue este projeto você amplia as possibilidades de realizar sonhos que ainda não foram concretizados. Neste momento, o auxílio de um coach comportamental é indispensável: ele irá auxiliar você a traçar e seguir este novo plano de ação e suas novas conquistas motivarão você a ser mais e melhor.

Sem dúvidas, esta é a melhor forma de superar um relacionamento: evite arrumar rapidamente uma relação “estepe” para reposição da sua afetividade, pois uma nova relação afetiva nem sempre acontece tão rápido quanto se deseja.

Tenha paciência mas não durma no ponto: escolher melhor é o melhor para você se amar melhor!

Compartilhar
Edson De Paula
Formado em Comunicação Social, MBA em Marketing Estratégico e pós-graduado em Psicologia Organizacional e Transpessoal, Edson De Paula possui em seu currículo uma vasta experiência em treinamentos corporativos, sendo um especialista em Coaching Comportamental, Comunicação e Liderança.Como Palestrante e Treinador Comportamental tem sido presença marcante em eventos para líderes e equipes de empresas nacionais e multinacionais como Grupo Pão de Açúcar, Ajinomoto, Bosch, Vale, Café do Ponto, Thomson Reuters, Camargo Corrêa, Wizard, Nike, Odebrecht, Rede Globo, Massey Ferguson, Vivo, entre outras.​



COMENTÁRIOS