Quem tem um adolescente em casa sabe bem que nada tem mais poder de testar a paciência de uma mãe ou de um pai do que viver uma constante batalha com as vontades de um filho que enfrenta a ebulição de hormônios da adolescência. Mas é preciso que os pais entendam que, por trás de todas as reclamações de seu filho, há uma criança que quer desesperadamente que seus pais a guiem e a amem incondicionalmente. Aqui estão 3 coisas que um adolescente dramático precisa de seus pais:

Deixe-o falar

Os pré-adolescentes têm muito a dizer, independentemente de querermos ouvi-los ou não. Se antes as questões mais prementes eram com quais brinquedos brincar, agora eles têm que lidar com problemas característicos dessa idade, como um possível bullying na escola, os primeiros interesses românticos, a rejeição, as primeiras decepções, as mudanças físicas que começam a se manifestar e para as quais talvez não estejam ainda preparados. Tirar um tempo para ouvir seu filho, realmente ouvir e responder, promove um senso de conexão e permite que ele saiba que seus problemas e suas emoções importam.

Deixe-o chorar

Os anos de adolescência são repletos de emoções intensas. Tudo parece tão enorme em seus mundos. Essa enormidade aumenta até que um movimento em falso abre as comportas, desencadeando uma torrente de angústia e lágrimas. Por mais que queiramos acalmar e confortar nossos filhos, há momentos em que nada do que dissermos ajudará. Vê-lo machucado maltrata o coração de seus pais, mas às vezes, ele só precisa chorar. Deixá-lo liberar essas lágrimas permite que ele veja de onde suas emoções estão vindo. Ele se sentirá melhor depois de liberar os sentimentos que foram abafados.

Faça ele sorrir

O mal-humor e os biquinhos são normais entre pré-adolescentes. Fazê-lo abrir um sorriso é como decifrar códigos nucleares. Sorrisos não são mais oferecidos livremente. Agora, temos que trabalhar três vezes mais por um simples sorriso, mas vale a pena! Rir é realmente o melhor remédio. Isso abre as portas para o que está acontecendo dentro daquela linda bomba-relógio adolescente. Sua risada será música para seus ouvidos e paz para sua alma tumultuada.

Não há uma maneira simples de lidar com o drama de um filho pré-adolescente. Cada menino ou menina é único. É nosso trabalho como pais guiar nossos filhos pela floresta da vida adolescente e entender a si mesmas o suficiente para navegar sozinhos um dia. O drama nessa etapa da vida é inevitável. É como lidamos com isso que determina quem vive para lutar mais um dia, e quem se esconde dos problemas na esperança de que eles desapareçam.

***
Destaques Psicologias do Brasil, com informações de Inspire More.
Fotos: Reprodução.

RECOMENDAMOS






Uma seleção das notícias relacionadas ao universo da Psicologia e Comportamento Humano.