Há tempos a música vem provando ser um importante componente da cultura humana. Desde o seu uso nos rituais cerimoniais até o uso médico moderno para motivação pessoal, concentração e mudanças de humor, a música é um poderoso remédio para a alma humana .

Cientistas tem se incumbido da tarefa de buscar os benefícios que a música pode nos proporcionar, e as descobertas foram surpreendentes; desde melhorar o humor até ser usada como tratamento em pessoas com Alzheimer. Então listamos nesta matéria os 8 mais impressionantes benefícios que a música pode nos oferecer.

1. A música ajuda a controlar a pressão arterial e os distúrbios relacionados ao coração.

De acordo com a Sociedade Cardiovascular da Grã-Bretanha, ouvir certas músicas com um ritmo repetitivo por pelo menos dez segundos pode ajudar a baixar a pressão sanguínea e reduzir a frequência cardíaca. Certas composições clássicas, se combinadas com o ritmo do corpo, podem ser usadas como terapia para manter o coração controlado e prevenir a hipertensão.

2. Ouvir e tocar música ajuda a tratar o estresse e a depressão

A música é um dos melhores medicamentos para o cérebro humano. De acordo com um estudo realizado na Universidade McGill, no Canadá, ouvir música agradável aumenta a produção de produtos químicos benéficos para o cérebro, especialmente a dopamina, um hormônio responsável por nos fazer sentir bem. Este neurotransmissor é ativado pela música, o que nos leva a ter sentimentos de alegria e felicidade.

Além disso, estudos mostram que adultos que tocam música produzem níveis mais altos de hormônio de crescimento humano, que regula a composição corporal, os fluidos corporais, o crescimento muscular e ósseo e o metabolismo de gorduras e açúcares.

3. Musicoterapia ajuda a tratar Alzheimer.

Devido ao Alzheimer, as pessoas perdem a capacidade de interagir e continuar se comunicando com outras pessoas. Segundo estudos realizados em associação com a Alzheimer’s Foundation of America, quando usados ​​corretamente, a música pode mudar o seu humor, controlar a agitação causada pelo estresse, estimular interações positivas, facilitar a função cognitiva e coordenar funções motoras.
Pacientes que foram tratados com esta terapia apresentaram resultados incríveis.

4. Estudar música aumenta o desempenho acadêmico

Certamente você já ouviu falar que o cérebro das crianças é uma esponja, porque a exposição precoce à música aumenta a plasticidade do cérebro, ajudando a aumentar a capacidade do cérebro humano de tal forma que responde facilmente ao aprendizado, mudança e crescimento. De acordo com um estudo da UCLA ‘s, alunos que participam de algum tipo de oficina artística e musical que têm um desempenho muito melhor na escola.

5. Tocar violão, entre outros instrumentos, ajuda no tratamento do transtorno de estresse pós-traumático.

Um estudo publicado pelo “Departamento de Assuntos de Veteranos dos EUA” mostrou que os veteranos que experimentaram Transtorno de Estresse Pós-Traumático ficaram mais aliviados ao aprender a tocar instrumentos como o violão. Desde então, pessoas com essa condição são encorajadas a fazer música como parte de seu processo terapêutico.

6. Estudar música impulsiona o desenvolvimento do cérebro em crianças pequenas

A Universidade de Liverpool realizou um estudo neurocientífico e, de acordo com suas descobertas, meia hora de treinamento musical é suficiente para aumentar o fluxo sanguíneo no hemisfério esquerdo do cérebro, o que resulta em níveis mais altos de desenvolvimento na primeira infância.

7. A educação musical ajuda as crianças a melhorar suas habilidades de leitura.

O Journal of Music Psychology relata que crianças que frequentam aulas de música que envolvem treinamento em habilidades rítmicas, tonais e práticas, cada vez mais complexas, apresentam desempenho cognitivo superior em habilidades de leitura em comparação com crianças não treinadas musicalmente.

Além disso, a música ajuda a facilitar o aprendizado de idiomas com muito mais eficácia do que a fala.

8. Ouvir música ajuda a melhorar o sono

O Centro de Doenças Cardiovasculares na China afirma que ouvir música antes e durante o sono ajuda muito as pessoas que sofrem de distúrbios crônicos do sono, que podem variar de estresse e ansiedade a insônia.

Agora que você conhece todos esses benefícios, você tem mais motivos para ouvir, aprender e ensinar música.

***
Destaques Psicologias do Brasil, com informações de Nation.
Foto destacada: Reprodução/Nation.

Precisa de ajuda? Conheça a nossa orientação psicológica.


*O conteúdo do texto acima é de responsabilidade do autor e não necessariamente retrata a opinião da página e seus editores.


Compartilhar

RECOMENDAMOS



COMENTÁRIOS




DESTAQUES PSICOLOGIAS DO BRASIL
Uma seleção das notícias relacionadas ao universo da Psicologia e Comportamento Humano.