Você conhece alguém que alimenta uma paixão por algo específico, como pedalar, pintar, colecionar algo ou cuidar de hortas e jardins? Bem, pesquisas da University College London sugerem que assumir um hobby pode ser uma importante ferramenta contra a depressão.

Os dados vieram de 8.780 adultos com mais de 50 anos no Estudo Longitudinal Inglês sobre o Envelhecimento. 72% dos participantes do estudo relataram ter um hobby e 15,6% foram considerados dentro do limiar para depressão usando uma escala epidemiológica nacional.

Durante o período examinado, de 2004 a 2017, ter um hobby reduziu o risco de desenvolver depressão em cerca de 30%. Os efeitos foram observados em homens e mulheres e foram consistentes em pessoas que apresentavam sintomas depressivos antes do início do período do estudo e que o desenvolveram depois.

Foto de Joshua Mcknight no Pexels

Analisando os dados, os pesquisadores descobriram que, se as pessoas que não tivessem depressão ou um hobby passassem a ter um hobby, teriam 32% menos chances de desenvolver sintomas depressivos.

Surpreendentemente, seus modelos também descobriram que aqueles com depressão que adotaram um hobby tiveram melhorias nos sintomas – e 272% mais chances de se recuperar dessa depressão.

Um hobby também pode ser um passatempo

Em termos do que no estudo constituía um “hobby”, eles usaram pesquisas estabelecidas anteriormente e incluíam coisas como artes e ofícios – como pintura ou costura – voluntariado comunitário, carpintaria e música.

Esta pesquisa é a primeira que considerou o hobby ao longo do tempo uma defesa contra a depressão, em vez de um momento fixo na vida de alguém.

Talvez o mais importante quando se trata de hobbies, no entanto, foi que a melhora ou a proteção de sintomas depressivos não estava ligada à interação social, o que significa que alguém fazendo quebra-cabeças no porão por 4 horas provavelmente se beneficiava tanto do efeito quanto alguém que passou horas jogando cartas com outras pessoas.

Foto de EVG photos no Pexels

Aproveite a vida

Os pesquisadores sugeriram que isso poderia ser utilizado como uma “prescrição social”, uma intervenção frequentemente necessária para aqueles com sintomas de depressão entre baixos e moderados, para os quais as soluções farmacêuticas geralmente se mostram ineficazes.

Uma universidade inglesa descobriu recentemente que, em tempos de pandemia de Covid-19, em que as viagens estão suspensas em boa parte do mundo, planejar uma viagem para quando tudo isso passar  pode ter efeitos mensuráveis ​​no alívio dos sintomas depressivos, pois representa uma “luz no fim do túnel”; é o tipo de atividade que promete diversão futura e, ao mesmo tempo, permite que você tenha alguma ocupação imediatamente.

Um estudo de 2019 sugere que um contato de ao menos 20 minutos com a natureza pode reduzir os níveis de um hormônio chamado cortisol que nos prepara para situações estressantes e por vezes causa ansiedade.

A Dra. Mary Carol Hunter, Professora Associada da Universidade de Michigan e principal autora da pesquisa, disse: “Nosso estudo mostra que, para obter o melhor retorno, em termos de níveis eficientes de redução do hormônio do estresse cortisol, você deve gastar de 20 a 30 minutos sentados ou andando em um lugar que lhe proporciona uma sensação de contato com a natureza. ”

Para quem gosta de música, os britânicos voltam à cena novamente. A Academia Britânica de Musicoterapia descobriu que são necessários de 8 a 20 minutos para ouvir música, para aliviar os sintomas de ansiedade, ajudar as pessoas a liberar o estresse catártico e tornar as pessoas mais felizes.

Estar na natureza, viajar ou aprender geografia, ouvir ou fazer música são definitivamente hobbies – ou pelo menos adjacentes a hobbies – e trabalham para reduzir os sintomas de depressão. Então o que está esperando para adotar o seu?

***
Destaques Psicologias do Brasil, com informações de Good News Network.
Foto destacada: Andrea Piacquadio no Pexels.

Precisa de ajuda? Conheça a nossa orientação psicológica.


Compartilhar

RECOMENDAMOS




COMENTÁRIOS




DESTAQUES PSICOLOGIAS DO BRASIL
Uma seleção das notícias relacionadas ao universo da Psicologia e Comportamento Humano.