Um agricultor que vive em Arroio do Meio, no Vale do Taquari, deu uma lição de honestidade ao ser confrontado por uma situação que ela jamais imaginava viver. Na primeira quinzena de novembro, ele foi informado pelo gerente do banco onde mantém conta de que tinha recebido, por engano, um depósito de R$ 861 mil.

“Tive a sensação de um dia ser milionário, né? Passei o cartão e transferimos. Ficou tudo certo. Não é meu, não quero”, contou ele ao G1.

Nestor Führ recebeu depósito de R$ 861 mil por engano — Foto: Reprodução/RBS TV

Nestor Führ, que vive em uma propriedade rural a 10 km do centro da cidade, onde cria aves e gado, disse que o gerente chegou a perguntar se ele topava devolver o dinheiro. Segundo ele, nem lhe passou pela cabeça a ideia de ficar com o que não é seu.

“Ele me convidou para ir urgentemente na agência bancária. Eu quis saber o motivo e ele não quis revelar, que se tratava um assunto muito sério. Eu fiquei desconfiado de que era um problema na minha conta”, disse o agricultor.

O caso repercutiu bastante na cidade de 21 mil habitantes e Nestor vem sendo chamado de “ex-milionário”. Muitos moradores da cidade elogiam a honestidade do agricultor.

“Essa atitude fez dele uma pessoa grande”, disse a aposentada Marli Nos.

Comprovante do depósito de R$ 861 mil, pago por engano a agricultor — Foto: Reprodução/RBS TV

Mas essa não foi a primeira vez que o agricultor de Arroio do Meio recebeu dinheiro por engano em sua conta bancária. De acordo com Nestor, em 2002, o frigorífico onde trabalhava depositou R$ 12 mil em sua conta, quando deveria repassar R$ 1,2 mil.

Depois de já ter devoldido o dinheiro, Nestor guarda como lembrança o comprovante do depósito de R$ 861 mil que turbinaram sua conta por algumas horas.

“Um dia dá certo, por via certa. Eu estou marcado para isso.”

***
Destaques Psicologias do Brasil, com informações de G1.

RECOMENDAMOS






Uma seleção das notícias relacionadas ao universo da Psicologia e Comportamento Humano.