Essa história comovente começou a se desenrolar no dia dos pais nos Estados Unidos, 21 de junho, quando um grupo de pessoas de bom coração usou a criatividade para proporcionar o merecido descanso a um idoso de 70 anos que ainda se aventura nas ruas de Chicago vendendo picolés.

Rosario Del Real trabalha mais do que muitas pessoas com metade da idade dele. Até este mês, ele trabalhava como carpinteiro em casa. Desde que uma lesão o obrigou a dar um tempo na profissão, ele passou a empurrar um carrinho de sorvete pelas ruas, vendendo paletas (picolés no estilo mexicano) para os vizinhos.

Don Rosario, como é carinhosamente conhecido, nasceu em Zacatecas, no México, e veste seu tradicional traje de vaquero, com chapéu de cowboy e cinto, sempre que sai às ruas para vender sorvetes.

Para muitos norte-americanos, o último dia 21 de junho pode ter sido um feriado de ‘Dia dos Pais’ como de costume, com direito a descanso do trabalho e família reunida em volta da mesa, mas para Don Rosario foi apenas mais um dia de trabalho empurrando seu carrinho de paleta pelo bairro. Foi então que Oscar Gonzalez e seu amigo Victor Dominguez, que estavam fazendo um churrasco no dia dos pais para suas famílias, viram o idoso e o convidaram para se juntar a eles.

Todos fizeram amizade com Don Rosario muito rapidamente e, em pouco tempo, decidiram comprar todas as paletas no carrinho dele para que ele pudesse voltar para casa mais cedo e descansar.

Um de seus amigos gravou um vídeo da comovente venda e o publicou no aplicativo de compartilhamento social TikTok – e quando o vídeo viralizou, a família aproveitou a publicidade e organizou um levantamento de fundos para ajudar o idoso a se aposentar.

O objetivo inicial era arrecadar US $ 10.000 para seu novo amigo, mas algumas almas caridosas contribuíram com mais de US $ 62.000 (cerca de R$329.000,00) para a campanha.

Mesmo antes de saber que seus novos amigos haviam arrecadado uma quantia enorme para sua aposentadoria, Don Rosario diz que ficou comovido com a generosidade daquele dia, mesmo agradecendo por ter a oportunidade de trabalhar.

“Não gosto de ficar em casa sem fazer nada e sem propósito”, disse ele à mídia local. “Mas eu não tenho palavras para agradecer (a família) que fez isso por mim; isso me fez tão feliz.

Don Rosario chegou aos Estados Unidos pela primeira vez em 1969, antes de finalmente se tornar cidadão em 1979. Ele diz que quando chegou ao país, sua família era tão pobre que seu único desejo era que eles pudessem fazer uma refeição completa todos os dias.

Depois colher produtos na Califórnia por vários anos, ele trabalhou em fazendas e fábricas no Texas e Oregon. Finalmente, ele conseguiu se estabelecer em Chicago e comprar uma casa, onde ele e sua esposa criaram seus três filhos. Ele finalmente terminou de pagar a casa em 2015.

Don Rosario diz que planeja voltar a Zacatecas algum dia. Quando ele chega lá, o primeiro item de sua agenda é visitar o Santuário de Nossa Senhora de Guadalupe para agradecer a Deus pela ajuda recebida de tantas pessoas de bom coração nas últimas semanas. Embora ele certamente possa relaxar e aproveitar sua aposentadoria agora, ele diz que continuará trabalhando porque isso lhe traz muita satisfação.

Veja o vídeo e note a emoção do velhinho quando compraram todos os seus sorvetes:

***
Destaques Psicologias do Brasil, com informações de Good News Network.
Fotos: Reprodução.

Precisa de ajuda? Conheça a nossa orientação psicológica.


Compartilhar

RECOMENDAMOS




COMENTÁRIOS




DESTAQUES PSICOLOGIAS DO BRASIL
Uma seleção das notícias relacionadas ao universo da Psicologia e Comportamento Humano.