A Flow Neuroscience, startup sueca de neurociência, desenvolveu um aplicativo (também chamado Flow) com chatbot – programa de computador que simula um ser humano no diálogo com as pessoas. – com o intuito de ajudar pessoas que sofrem com a depressão. O bot conversa, responde perguntas e dá dicas sobre diversas maneiras de limitar os efeitos e sintomas da doença. Entre eles, dicas de alimentação, sono, exercício físico e meditação. O aplicativo ainda monitora o humor do usuário para oferecer um tratamento personalizado para cada um.

O app, no entanto, é apenas o ponto de partida para as inovações no tratamento da depressão. O carro-chefe da Flow é um headset que manda sinais elétricos para estimular o cérebro e diminuir os sintomas. Segundo artigos publicados no New England Journal of Medicine e no British Journal of Psychiatry, o método de estímulo como o utilizado pelo headset tem resultados similares ao uso de antidepressivos, mas com menos efeitos colaterais.

O site oficial da Flow alerta, no entanto, que nem o headset nem o app substituem um médico.

“Recomendamos sempre ter contato recorrente com um médico caso sofra de depressão,” a empresa afirma.

O headset e aplicativo, por enquanto, estão aprovados para uso e venda na União Europeia e Reino Unido.

***
Destaques Psicologias do Brasil, com informações de Época Negócios.
Foto destacada: Pexels.

Precisa de ajuda? Conheça a nossa orientação psicológica.


*O conteúdo do texto acima é de responsabilidade do autor e não necessariamente retrata a opinião da página e seus editores.


Compartilhar

RECOMENDAMOS



COMENTÁRIOS




DESTAQUES PSICOLOGIAS DO BRASIL
Uma seleção das notícias relacionadas ao universo da Psicologia e Comportamento Humano.