terça-feira, abril 7, 2020

Fernanda Villas Boas

Fernanda Villas Boas
16 POSTS 0 COMENTÁRIOS
Fernanda Luiza Kruse Villas Bôas nasceu em Recife, Pernambuco, no Brasil. Aos cinco anos veio morar no Rio de Janeiro com sua família, partindo para Washington D.C com a família por quatro anos durante sua adolescência. Lá terminou o ensino médio e cursou um ano na Georgetown University. Fernanda tem uma rica vida acadêmica. Professora de Inglês, Português e Literaturas, pela UFRJ, Mestre em Literatura King´s College, University of London. É Mestre em Comunicação pela UFRJ e Psicóloga pela Faculdade de Psicologia na Universidade Santa Úrsula, com especialidade. Em Carl Gustav Jung em 1998. É escritora e psicóloga junguiana e com esta escolha tornou-se uma amante profunda da arte literária e da alma, psique humana. Fernanda Villas Bôas tem vários livros publicados, tais como: No Limiar da Liberdade; Luz Própria; Análise Poética do Discurso de Orfeu; Agora eu era o Herói – Estudo dos Arquétipos junguianos no discurso simbólico de Chico Buarque e A Fração Inatingivel; é um fantasma de sua própria pessoa, buscando sempre suprir o desejo de ser presente diante do sofrimento humano e às almas que a procuram. A literatura e a psicologia analítica, caminham juntas. Preenchendo os espaços abertos da ficção, Fernanda faz o caminho da mente universal e daí reconstrói o caminho de volta, servindo e desenvolvendo à sociedade o reflexo de suas próprias projeções.

Borderline

Por Fernanda Villas Boas Durante o século XX, o homem moderno, ao se frustrar com a ineficácia de suas ideologias radicais e com a ausência...

Separação dos pais é também dos filhos.

Quando os pais se separam, a criança sofre por sentir-se culpada, uma vez que na sua fantasia ela fez algo de errado que levou os pais...

Convergência entre o arquétipo junguiano e a poesia buarquiana

Pode-se encontrar na literatura um valor assertivo, quer na repleção, harmonizando-a com os valores conservadores da sociedade, quer na tensão, fazendo dela o instrumento...

Encantamentos

Parecem dias como água que vão passando ao relento e me deixam cada dia mais só. Talvez desgrudar de sua imagem Presa em mim.  Porque...

INDICADOS