“Crianças com autismo (podem) frequentemente achar que cortar o cabelo é uma experiência extremamente angustiante por causa dos desafios sensoriais associados à condição. Isso significa que quando (eles) estão cortando o cabelo, a sensação das mãos passando pelo cabelo, pousando no rosto ou corpo e o barulho de uma tesoura pode causar angústia”.

– Meleri Thomas, National Autistic Society.

Para os pais de uma criança com autismo, as responsabilidades parentais de rotina podem ser excepcionalmente difíceis. Coisas tidas como simples, como levar a criança para cortar o cabelo dos filhos, podem se tornar um enorme desafio.

De acordo com o Serviço Nacional de Saúde do Reino Unido, crianças com autismo exibem os seguintes comportamentos:

Reagem negativamente quando solicitadas a fazer algo por outra pessoa.

– Podem não estar cientes do espaço pessoal de outras pessoas, ou ser excepcionalmente intolerantes com as pessoas invadindo seu próprio espaço.

Precisam ter uma rotina familiar e ficam muito chateadas se houver mudanças nessa rotina.

Esses são talvez os maiores problemas quando um pai leva uma criança com autismo ao cabeleireiro. Um corte de cabelo normal geralmente leva cerca de 15 a 20 minutos, com a criança permanecendo em uma cadeira – algo que crianças com autismo têm dificuldade excepcional para fazer.

Para os cabeleireiros, também existe um risco inerente. Afinal, cortar o cabelo requer o uso de tesouras – e um solavanco repentino pode machucar a criança. As dificuldades e riscos com os quais um cabeleireiro deve lidar levaram muitos na profissão a rejeitar crianças com autismo.

Felizmente, existem alguns cabeleireiros com paciência, generosidade e habilidade para atender às necessidades especiais dessas crianças.

“Temos algumas crianças com necessidades especiais chegando. Você não pode ter pressa. Acho que se você fica relaxado com eles, então eles geralmente não veem a situação como um problema.”, disse o barbeiro Donncha O’Connell.

Como acontece com muitos jovens com autismo, Evan O’Dwyer, de 16 anos, tem seus “lugares seguros” – um deles é o banco de trás do carro de sua mãe, onde Evan gosta de comer e até se trocar.

Quando o jovem se opôs a cortar o cabelo ndentro do salão, o barbeiro Donncha O’Connell nao hesitou. Ele pegou suas ferramentas de trabalho e seguiu Evan para a parte de trás do carro. Aparentemente, a gentileza do barbeiro causou boa impressão no jovem Evan.

“Acabei de descobrir que havia algo sobre Donncha. Ele é tão descontraído. Ele é tão bom”, diz a mãe de Evan, Deirdre.

O Sr. O’Connell simplesmente leva tudo na esportiva: “Nunca cortei o cabelo de ninguém atrás do carro. Simplesmente fiz o que tinha que fazer.”

Outro caso

James Williams, dono de uma barbearia no País de Gales, Grã-Bretanha, diz “Alguns cabeleireiros se recusam a cortar o cabelo de crianças com autismo. Isso é porque elas provavelmnete gritarão e responderão mal, mas estou tentando transmitir a mensagem de que eles não devem ser rejeitados.” Ele acrescenta: “Uma das maiores discussões que tenho com outros cabeleireiros é quando eles fazem alguém com autismo sentar em uma cadeira para cortar o cabelo”.

O Sr. Williams cortou o cabelo de uma criança em alguns lugares interessantes: deitado no chão, sentado em uma mesa, no parapeito de uma janela e em um carro. Como ele faz isso? “Eu tento captar as emoções da criança.”

Um dos clientes de William, um menino de 5 anos chamado Seb, teve algumas dificuldades no início. “Para começar, ele andava pelo salão com James o seguindo, cortando o cabelo dele quando podia. Agora ele se senta em uma cadeira com seu iPad e, na maioria das vezes, permite que Jim faça isso ”, explica sua mãe Claire,“embora Seb ainda resmungue, Jim aceita brincar com ele ”.

O Sr. Williams agora planeja criar um mapa de cabeleireiros onde crianças com autismo “são ativamente bem-vindas” e publicá-lo online.

***
Destaques Psicologias do Brasil, com informações de Power of Positivity.
Fotos: Facebook / Evan O’Dwyer.

Precisa de ajuda? Conheça a nossa orientação psicológica.


Compartilhar

RECOMENDAMOS




COMENTÁRIOS




DESTAQUES PSICOLOGIAS DO BRASIL
Uma seleção das notícias relacionadas ao universo da Psicologia e Comportamento Humano.