Não se trata de quem somos ou sob que circunstâncias nascemos. Mas sim sobre que fazemos com o que nos foi oferecido. Sem dúvida, esse ditado é muito verdadeiro, porque a história desse homem nos mostra que podemos vir do pior lugar, mas se trabalharmos e nos esforçarmos o suficiente, podemos acabar realizando muitos dos nossos sonhos.

Conheça Freddie Figgers, ele tem atualmente 30 anos e é o CEO de uma empresa avaliada em 62 milhões de dólares, que começou quando ele era apenas um adolescente. Freddie também possui quatro patentes e tem se envolvido em tecnologia e inventado coisas novas desde que era pequeno.

Isso nos mostra que nascer em berço de ouro nem sempre garante o sucesso; ao contrário, qualquer pessoa pode fazer coisas que levam ao sucesso, através da força de vontade e da disciplina.

Nascido em Quincy, Flórida (EUA), Figgers foi abandonado em uma lixeira por sua mãe logo após sua chegada a este mundo. Ele foi adotado por Nathan e Betty Figgers quando ele tinha apenas 2 dias de idade.

Agora fundador e CEO da Figgers Communication, Figgers inventa e inova desde a infância. Quando ele tinha 9 anos, ele conseguiu seu primeiro computador, que consertou e começou a trabalhar. Aos 12 anos, eu já estava trabalhando como técnico em informática.

Além disso, aos 15 anos, ele abriu uma empresa de computação em nuvem. E quando seu pai foi diagnosticado com Alzheimer, ele construiu um sapato com um rastreador GPS e comunicação bidirecional.

“Eu poderia pegar o telefone e dizer: ‘Oi pai, onde está você?’ e ele não precisa fazer nada. Basta eu rastrear sua localização pelo sapato”, disse Figgers à mídia. “Esse programa foi muito bem-sucedido e eu tinha uma empresa que me contatou fora do Kansas e eles me compraram o programa por US $ 2,2 milhões”.

Um ano depois, ele usou o dinheiro para fundar a Figgers Communication. Realmente inspirador!

Aos 24 anos, Figgers havia construído e projetado 80 programas de software personalizados. Além de ter uma mente brilhante e uma ética de trabalho incrível, ele também tem um coração de ouro.

Ela é um modelo ativo em sua comunidade: patrocina programas para jovens, oferece bolsas de estudo para alunos do ensino médio, paga as contas para idosos e ajuda a resgatar casas hipotecadas.

“Acredito em transformar o cuidado em ação, e se vejo um problema, encontro uma solução para causar um impacto que muda a vida de alguém”, disse Figgers à mídia. “Vou impactar este mundo e mudar hoje para um amanhã melhor, porque o dinheiro é apenas uma ferramenta, mas com essa ferramenta, podemos impactar e mudar a vida das pessoas comuns, criando oportunidades”.

Sem dúvida, Freddie é um ótimo exemplo de auto-aperfeiçoamento e positivismo, e esperamos que ele continue a dar o exemplo na sociedade.

***
Destaques Psicologias do Brasil, com informações de Nation.
Fotos: Reprodução.

Precisa de ajuda? Conheça a nossa orientação psicológica.


Compartilhar

RECOMENDAMOS




COMENTÁRIOS




DESTAQUES PSICOLOGIAS DO BRASIL
Uma seleção das notícias relacionadas ao universo da Psicologia e Comportamento Humano.