Brian Myers é um americano de 59 anos e orgulhoso pai humano de uma cachorra chamada Sadie, que ele adotou do centro de Refúgio Animal Ramapo-Bergen em Oakland, Nova Jersey, nos Estados Unidosm depois que ela passou um mês em busca de um nova família.

Felizmente, Brian decidiu adotá-la. Em entrevista à mídia local, ele comentou como eles se tornaram melhores amigos em pouco tempo: “Na noite em que a adotei, tentei tirar uma foto dela, mas ela deu um pulo e colocou as patas em meus ombros e me deu um beijo. Parecia que ela estava dizendo ‘obrigada por me resgatar’.”

Depois desse lindo começo, o relacionamento deles cresceu e se fortaleceu quando Brian foi infectado pelo COVID-19. Ao longo do perído em que ele esteve doente, ela nunca o deixou só. A cachorra o acompanhava em todos os momentos.

“Eu pensei que estava fora de perigo com COVID-19. Mas, aparentemente, muitas pessoas estão desenvolvendo coágulos sanguíneos após a recuperação de COVID-19. E sem que eu soubesse, tive um derrame no meio da noite.”, contou Bryan.

O evento ocorrido em 16 de janeiro de 2021 acordou Sadie, que todas as noites dorme com Brian na mesma cama. Quando o americano tentou caminhar até o banheiro, caiu no chão. “Não conseguia controlar os meus músculos e não tinha forças para me levantar. Foi aí que Sadie imediatamente saiu da cama e correu para o meu lado, deitou-se junto de mim e beijou meu rosto, como se dissesse que estava preocupada.

Vendo a reação da cachorra, Brian tentou confortá-la e quando tocou em sua coleira, achou que poderia usá-la como contrapeso para se levantar. “Quando eu a agarrei pelo colarinho, ela soube instintivamente que deveria começar a andar de volta e me puxar. E entre ela me puxando e a pouca força que pude reunir, fui capaz de deslizar pelo chão e sair do canto onde estava preso.”

Graças à ajuda de Sadie, o americano conseguiu pedir socorro, foi transferido para um posto de saúde e, em seguida, iniciou um programa intensivo de fisioterapia para se recuperar do AVC, que afetou o lado esquerdo do corpo e também a fala.

Felizmente, o irmão de Brian cuidou de Sadie e durante o tempo de recuperação, eles constantemente faziam videochamadas para que a cachorra soubesse que ele estava bem que eles logo se encontrariam novamente.

***
Destaques Psicologias do Brasil, com informações de Nation.
Fotos: Reprodução.

RECOMENDAMOS






Uma seleção das notícias relacionadas ao universo da Psicologia e Comportamento Humano.