Quando se trata de relacionamentos, nada é definitivo. A vida costuma dar muitas voltas e as relações vão se transformando com o tempo, ao sabor dos acontecimentos que permeam a jornada a dois. Por isso, costumamos celebrar os casais que conseguem sobreviver aos sobressaltos da vida e permenecer unidos no atravessar das décadas. Eles são, afinal, um lembrete de que o amor existe e é possível a todos.

Ron e Joyce Bond são o tipo de casal que servem como inspiração aos mais românticos. Eles se tornaram o casal mais longevo de seu país ao comemorar 80 anos de união. A ocasião mereceu até uma carta da rainha Elizabeth parabenizando-os por tantos anos juntos.

“‘Que maravilhoso ouvir sobre seu 80º aniversário em 4 de janeiro de 2021. Eu realmente espero que vocês aproveitem esta ocasião maravilhosa.’ – Rainha Elizabeth da Inglaterra”, dizia a carta de congratulações da Rainha Elizabeth.

Ron e Joyce Bond, 102 e 100 anos respectivamente, ultrapassaram qualquer limite ou marca em relação aos anos de casados. De acordo com informações fornecidas ao jornal Metro UK, o casal da Grã-Bretanha acaba de comemorar 81 anos de casamento. Ao longo das últimas 8 décadas, elas formaram uma família, viram os filhos crescerem, receberam os primeiros netos, bisnetos e mesmo tataranetos.

Desde que se casaram em 1941, eles testemunharam muitos eventos históricos, como a passagem de 15 primeiros-ministros, o fim da Segunda Guerra Mundial, várias crises econômicas e a pandemia do COVID-19.

“Nunca imaginamos chegar aos 81 anos de casamento. Sabemos que temos muita sorte de ter alcançado esse objetivo incrível”, disse Joyce, que também revelou que o relacionamento começou depois de um “amor à primeira vista”.

Os bons e maus momentos os acompanharam ao longo destas oito décadas. Ron teve que servir durante a guerra, mas a separação durante esse tempo foi apenas um pequeno obstáculo para eles, que conseguiram superar a distância e se manter apaixonados.

“Às vezes a vida é difícil, mas passamos por isso juntos. Cuidamos um do outro. É ótimo. Não há chefe na nossa relação, nós dois damos e recebemos”, detalhou o velho.

Quando eles começaram a namorar, alguns de seus amigos íntimos se opuseram ao relacionamento e não achavam que duraria tanto. Eileen, a filha do casal, explicou que, apesar do que muitas pessoas lhes disseram, eles seguiram em frente.

“Foi dito em um ponto, quando eles se casaram, que eles não iriam durar muito. Quão mal essas pessoas entenderam? Você só precisa passar um tempo com eles para saber que eles se amam e cuidam um do outro, mesmo depois de 81 anos de casados”.

***
Destaques Psicologias do Brasil, com informações de Nation.
Fotos: Reprodução.

RECOMENDAMOS






Uma seleção das notícias relacionadas ao universo da Psicologia e Comportamento Humano.