Essa história de amor começou há 68 anos, quando Florence Harvey e Fred Paul eram alunos da mesma escola localizada na pequena cidade de Wandsworth, no Canadá.

Naquela época, Fred e Florence namoraram por 2 anos e em uma entrevista à CNN Fred relatou seu terno romance quando eram adolescentes: “Ela foi meu primeiro amor. Minha primeira namorada e meu primeiro amor verdadeiro ”. Além disso, o canadense lembrou que todas as noites dos dois anos em que estiveram juntos, ele sempre acendia a luz da varanda de sua casa antes de ir para a cama, para que Florence pudesse vê-lo do outro lado da baía em sua casa e assim era em que Fred disse boa noite a ela e que a amava.

Foi assim que seus dois anos de namoro se passaram até que, quando Fred completou 18 anos, eles tiveram que se separar porque ele se mudou para Toronto para começar a trabalhar, e embora um ano depois ele tenha voltado para Wandsworth, Florence mudou-se com sua família para outra cidade.

Ao perder o contato, cada uma continuou suas vidas e depois ambos se casaram com outras pessoas e formaram suas próprias famílias, até que em 2017 Florence ficou viúva quando seu marido Len, com quem ela foi casada por 57 anos, infelizmente morreu de câncer. Algum tempo depois, em 2019, Helen, que foi esposa de Fred por quase 60 anos, faleceu de várias complicações médicas.

Quando Florence soube que a esposa de Fred havia falecido, resolveu entrar em contato com ele para consolá-lo, garantindo-lhe que com o tempo as coisas melhorariam um pouco, já que ela havia passado pela mesma coisa dois anos antes. Na conversa, eles também falaram sobre sua vida após o ensino médio, seus filhos, netos, e relembraram muitos dos momentos que viveram juntos em sua cidade natal.

Fred Paul and Florence Harvey
courtesy Fred Paul

Após a primeira conversa que tiveram, que foi apenas um dia após o Dia dos Namorados, começaram a falar com mais frequência até perceber que falavam praticamente todos os dias e por várias horas. Na entrevista à CNN, Florence mencionou: “Nós realmente nos reconectamos, embora não nos víssemos por todos aqueles anos.”

Vários meses depois, quando o aniversário de Fred se aproximava, Florence decidiu visitá-lo e planejou uma viagem a Toronto para que pudessem se ver pessoalmente depois de tantos anos. Posteriormente, Fred comentou em entrevista à CNN sobre sua reação: “Quando soube que ele estava na cidade e vinha me ver, eram 10h30 da noite. Corri para fora da cama, me vesti e escrevi ‘Bem-vinda, Florence’ em giz na calçada e quando ela chegou fui até o carro, dei-lhe um abraço e um beijo na bochecha, peguei sua mão e soube imediatamente que tinha levou meu coração”.

Três dias após o reencontro, o casal decidiu que queria se casar e passar o resto de suas vidas juntos e finalmente no dia 8 de agosto de 2020, eles realizaram a cerimônia com seus parentes e Paul Ivany, ministro que oficializou o casamento, comentou que ao longo de sua carreira ele conduziu mais de 500 cerimônias de casamento, mas as de Fred e Florence foram “as mais emocionantes e comoventes” das quais ele participou.

Sem dúvida, uma maravilhosa história de amor.

**
Destaques Psicologias do Brasil, com informações de Nation.
Fotos: Reprodução.

Compartilhar

RECOMENDAMOS




COMENTÁRIOS




DESTAQUES PSICOLOGIAS DO BRASIL
Uma seleção das notícias relacionadas ao universo da Psicologia e Comportamento Humano.