O Comitê Permanente do Parlamento Chinês aprovou recentemente uma proposta para banir o comércio e o consumo de animais silvestres para proteger efetivamente a saúde e a vida da população”. Estes hábitos, tão tradicionais no país, podem tersido responsáveis pela covid-19 e outras doenças globais, como a Sars (Síndrome Respiratória Aguda Grave).

Os cientistas suspeitam que o novo coronavírus tenha sido transmitido para os seres humanos a partir de animais silvestres. A cobra é um dos prováveis animais, indica um estudo.

A medida define que o consumo e o comércio de animais selvagens serão “severamente punidos”, assim como a caça, o comércio ou o transporte de animais silvestres para fins de consumo.

A utilização de animais selvagens para fins não comestíveis, incluindo pesquisa científica, uso médico e exibição, passará por um rigoroso exame, aprovação e inspeção.

Antes do anúncio, os comerciantes que vendiam legalmente burro, cachorro, veado, crocodilo e outras carnes disseram à Reuters que planejavam voltar aos negócios assim que os mercados reabrissem.

É certamente uma boa notícia para a fauna animal e acreditamos que esta proposta é justa e necessária para cuidar da saúde da população chinesa.

***
Destaques Psicologias do Brasil, com informações de Nation e UOL.
Fotos: Reprodução.

Precisa de ajuda? Conheça a nossa orientação psicológica.


Compartilhar

RECOMENDAMOS




COMENTÁRIOS




DESTAQUES PSICOLOGIAS DO BRASIL
Uma seleção das notícias relacionadas ao universo da Psicologia e Comportamento Humano.