Vem do Reino Unido uma notícia que pode ser encarada como um mínimo conforto para aqueles que enfrentam o processo difícil do tratamento contra o câncer através da quimioterapia. Um grupo de pesquisadores da Universidade de Manchester descobriu uma maneira de proteger o folículo piloso da quimioterapia.

O professor Ralf Paus, do Centro de Pesquisa Dermatológica da instituição, explora em seu laboratório as propriedades de uma classe mais nova de medicamentos chamada inibidores de CDK4/ 6, que bloqueiam a divisão celular e já é aprovada clinicamente nas chamadas terapias contra o câncer “direcionadas”.

O médico oncologista Talveen Purba, que é o principal autor do estudo, explicou: “Embora a princípio isso pareça contra-intuitivo, descobrimos que os inibidores da CDK4 / 6 podem ser usados temporariamente para interromper a divisão celular sem promover efeitos tóxicos adicionais no folículo piloso”.

“Quando banhamos os folículos capilares do couro cabeludo humano cultivados em órgãos com inibidores da CDK4 / 6, os folículos capilares ficaram menos suscetíveis aos efeitos prejudiciais da quimioterapia”, completou o médico.

Medicamentos utilizados na quimioterapia

Entre as sessões de quimioterapia, são utilizados medicamentos para tratar carcinoma de mama ou pulmão, que causam bastante ansiedade e apreensão entre os pacientes com câncer devido à perda de cabelo.

Os pesquisadores esperam que seu trabalho ajude a desenvolver medicamentos que retardem a perda de cabelos a curto e longo prazos.

“Apesar do fato de serem usados há décadas e há muito tempo causam queda de cabelo, só agora estamos medindo a extensão de como eles danificam o folículo piloso humano”, disse Purba.

“Precisamos de tempo para desenvolver ainda mais abordagens como essa para não apenas prevenir a perda de cabelo, mas promover a regeneração folicular em pacientes que já perderam o cabelo devido à quimioterapia”, concluiu.

***
Destaques Psicologias do Brasil, com informações de Razões para Acreditar e GNN.
Fotos: Reprodução/Via.

Precisa de ajuda? Conheça a nossa orientação psicológica.


*O conteúdo do texto acima é de responsabilidade do autor e não necessariamente retrata a opinião da página e seus editores.


Compartilhar

RECOMENDAMOS



COMENTÁRIOS




DESTAQUES PSICOLOGIAS DO BRASIL
Uma seleção das notícias relacionadas ao universo da Psicologia e Comportamento Humano.