Pesquisadores da Universidade da Louisiana em Lafayette desenvolveram um sistema de inteligência artificial que pode prever ataques epiléticos até uma hora antes de ocorrerem.

O sistema fará com que as pessoas que sofrem de epilepsia sejam avisadas de que uma convulsão é iminente, permitindo que tomem seus medicamentos – ou alertem um amigo, parente ou profissional médico.

Atualmente, as crises epilépticas podem ser previstas com testes de EEG realizados em hospitais ou outros locais médicos, seguidos de modelagem preditiva, um processo que depende de estatísticas. A tecnologia de inteligência artificial desenvolvida na UL Lafayette conta com testes EEG e modelagem preditiva simultaneamente, resultando em uma detecção mais precoce e precisa.

Magdy Bayoumi e Hisham Daoud, pesquisadores do Departamento de Engenharia Elétrica e de Computação da Universidade, lideraram uma equipe que desenvolveu o sistema.

Bayoumi disse que o próximo passo no processo é desenvolver uma maneira de levar o sistema às pessoas com epilepsia. Os pesquisadores da UL Lafayette estão desenvolvendo um chip de computador personalizado que pode ser colocado dentro de um smartphone ou dispositivo semelhante a um relógio de pulso e sincronizado com sensores incorporados a acessório semelhantes à touca de um nadador. O chip prevê as crises epilépticas sem fio, monitorando as crises cerebrais.

“Trazer essa tecnologia de um ambiente médico para a vida cotidiana melhoraria muito a qualidade de vida das pessoas com epilepsia. Haveria um benefício médico para eles e também um benefício psicológico significativo ”, explicou.

***
Destaques Psicologias do Brasil, com informações de Good News Network.
Crédito da foto: Doug Dugas / Universidade da Louisiana em Lafayette.

Precisa de ajuda? Conheça a nossa orientação psicológica.


Compartilhar

RECOMENDAMOS




COMENTÁRIOS




DESTAQUES PSICOLOGIAS DO BRASIL
Uma seleção das notícias relacionadas ao universo da Psicologia e Comportamento Humano.