Até os aconteceimentos deste imprevisível 2020, muitos estabelecimentos comerciais contavam com o início da nova década para trazer consigo novas oportunidades de crescimento, bem como novos clientes. Alguns até já haviam feito investimentos arriscados, presumindo que o aumento das vendas lhes permitiria pagar os empréstimos. Em março, eles tiveram que aceitar a ideia de que enfrentariam o desafio mais difícil que encontraram até agora: ter que fechar devido à quarentena.

As empresas que vendiam por meio do comércio digital não foram tão afetadas, mas as que operavam com vendas presenciais, especialmente se parte de seu apelo fosse o meio ambiente e o tratamento que ofereciam aos clientes, foram seriamente afetadas.

Tal constrangimento foi vivido pela “Howdy Caseiro”, uma sorveteria muito particular localizada em Dallas, Texas (EUA). O que a torna um lugar único no mercado não são apenas seus requintados sabores de sorvetes, bolos e afins, mas também quem atende os clientes.

Ao entrar na sorveteria, é bem provável que você encontre Coleman Jones, um homem com síndrome de Down, que não apenas é o primeiro a vestir as luvas e servir uma bola de sorvete, mas também o vice-presidente da sorveteria. Coleman trabalhou duro para fazer seu amado lugar crescer, mas nem mesmo seu entusiasmo conseguiu ir contra os fechamentos que a pandemia de COVID-19 implicou.

A solução veio em duas etapas. Usando a página Gofundme – um site de vaquinhas, Coleman e seu chefe, Tom Landis, apelaram por ajuda da comunidade a qual serviram por tantos anos. As doações chegaram com rapidez, o que lhes permitiu arrecadar 100 mil dólares iniciais para manter o negócio funcionando.

A grande surpresa veio quando Coleman e sua equipe foram apresentados no programa Today da MSNBC. Eles não apenas receberam um apoio tremendo de cobertura, mas também chamaram a atenção de Marcus Lemonis, empresário e apresentador de um programa com ideias semelhantes. Vendo que o negócio deles não era apenas forte, mas uma parte importante da comunidade, Marcus ofereceu-lhes uma bolsa extra de $ 50.000.

Com essa quantia, Coleman agora pode reabrir seu negócio, colocar seu avental e deixar a parte de negócios para seu chefe. O que ele gosta é de servir sorvete aos clientes.

***
Destaques Psicologias do Brasil, com informações de UPSOCL.
Fotos: Reprodução/@howdyhomemade

Precisa de ajuda? Conheça a nossa orientação psicológica.


Compartilhar

RECOMENDAMOS




COMENTÁRIOS




DESTAQUES PSICOLOGIAS DO BRASIL
Uma seleção das notícias relacionadas ao universo da Psicologia e Comportamento Humano.