As apostas, sejam elas em esportes, no bingo, na loteria, ou em jogos de cassino como os caça-níqueis, podem ser uma fonte de entretenimento se utilizadas da forma correta. No entanto, seja pela falta de controle ou de informação, as apostas podem se tornar um problema e chegar ao nível de vício.

Por isso, é importante tanto conhecer os próprios limites quanto entender como apostar pode influenciar a sua saúde mental. Assim, pode-se explorar e se divertir nos jogos de caça-níqueis online, por exemplo, sem correr riscos desnecessários.

A Relação Entre o Prazer e as Apostas

Todo mundo que já apostou alguma coisa e ganhou sabe da sensação de prazer e euforia da vitória. Esse sentimento vem da dopamina, um neurotransmissor liberado pelo corpo em determinadas situações prazerosas. Infelizmente, não é difícil ficar viciado nessa sensação e buscar de forma cada vez mais frequente do que a dopamina proporciona. Isso ocorre não só com apostas, mas também com comportamentos pouco saudáveis como comer fast food.

O problema é que, ao apostar em caça-níqueis ou qualquer outro tipo de jogo, as chances estão contra o jogador. Portanto, boa parte das tentativas resultaram em falhas no objetivo de conseguir ganhar. Essa frustração, quando mal-direcionada, pode levar a comportamentos arriscados como apostas em demasia ou com valores muito altos, sempre buscando recuperar perdas e atingir novamente aquela mesma sensação de euforia.

Além disso, um mesmo comportamento libera cada vez menos dopamina. Em vez de cessar a atividade, a resposta psicológica individual tende a ser aumentar a frequência com que aquele comportamento é realizado. No exemplo dado, equivale a jogar ainda mais caça-níqueis online.

Quais as Consequências de se Viciar em Apostas?

Aqueles que não conseguem manter uma rotina saudável e incluir as apostas como uma diversão esporádica começam a encontrar problemas. Entre os principais sinais de que as apostas em caça-níqueis, baralhos ou loterias não são mais saudáveis estão:

  • Deixar de ir a compromissos ou de socializar para apostar.
  • Gastar dinheiro que deveria ser utilizado para outras coisas.
  • Pedir dinheiro emprestado para apostar.
  • Aumentar as apostas de forma desnecessária, buscando compensar perdas.
  • Alterações no humor, sono e alimentação causadas pela dependência.

Essas consequências tendem a ter efeitos sérios não só sob o aspecto financeiro da pessoa, mas também no seu círculo social, família, saúde e trabalho.

Como Apostar Mantendo a Saúde Mental?

A forma como se encara o jogo é primordial para manter uma relação saudável com as apostas. Deve-se encarar todo e qualquer jogo de cassino ou aposta esportiva como um passatempo, uma forma de se divertir, e não de ganhar dinheiro. As perdas fazem parte do jogo e não devem ser alvo de tentativas de recuperação.

Os ganhos, é claro, tornam a experiência mais emocionante, mas não devem ser o objetivo. Eles podem acontecer, ou não chegar a serem satisfatórios, mas fazem parte dos jogos de azar.

No Brasil, está próximo de ser votado o Marco Regulatório acerca dos jogos. Feito da forma correta, esse tipo de programa deverá vir com apoio e suporte a todas as pessoas que jogam e também para aquelas que já se encontram com algum tipo de problema ou vício.

Photo by Lyle Hastie on Unsplash

RECOMENDAMOS






Informações e dicas sobre Psicologia nos seus vários campos de atuação.