Uma pesquisa liderada pela Universidade de Exeter, publicada na Scientific Reports e financiada pelo NIHR, descobriu que pessoas que passam pelo menos 120 minutos por semana em contato com a natureza são significativamente mais propensas a ter boa saúde e maior bem-estar psicológico do que aquelas que não visitam a natureza.

O estudo usou dados de quase 20 mil pessoas na Inglaterra e descobriu que não importava se os 120 minutos foram usados em uma única visita ou em várias visitas mais curtas. Também foi encontrado o limiar de 120 minutos aplicado a homens e mulheres, a adultos mais velhos e mais jovens, a diferentes grupos ocupacionais e étnicos, entre os que vivem em áreas ricas e pobres e até mesmo entre pessoas com doenças ou incapacidades.

O Dr. Mat White, da Universidade de Exeter Medical School, que liderou o estudo, disse: “Sabemos há tempos que ficar ao ar livre, em contato com a natureza, pode ser bom para a saúde e o bem-estar das pessoas, mas até agora não tínhamos sido capazes de mensurar o quanto. A maioria das visitas à natureza ocorreu a uma distância de apenas dois quilômetros da casa onde vivem os voluntários da pesquisa, por isso mesmo, visitar espaços verdes urbanos locais parece ser uma boa alternativa para aqueles que vivem em grandes centros urbanos. Duas horas por semana de contato com a natureza é um alvo realista para muitas pessoas, especialmente se considerarmos o fato de que estas duas horas podem ser fracionadas ao longo e uma semana inteira”.

Pexels.

Há evidências crescentes de que apenas morar em um bairro mais verde pode ser bom para a saúde, por exemplo, reduzindo a poluição do ar. Os dados para a pesquisa atual vieram da Natural England’s Monitor of Engagement com a Natural Environment Survey, o maior estudo do mundo que coleta dados sobre o contato semanal das pessoas com o mundo natural.

Co-autor da pesquisa, o professor Terry Hartig, da Universidade de Uppsala, na Suécia, disse: “Há muitas razões para acreditar que reservar um tempo para estar em meio à natureza possa trazer inúmeros à saúde e ao bem-estar, incluindo perspectivas sobre as circunstâncias da vida e redução do estresse. As descobertas atuais oferecem um valioso apoio aos profissionais de saúde ao fazerem recomendações sobre o tempo gasto na natureza para promover a saúde básica e o bem-estar, semelhante às diretrizes para o exercício físico semanal ”.

***
Destaques Psicologias do Brasil. Com informações de: Science Daily.
Imagem destacada: Pixabay.

Precisa de ajuda? Conheça a nossa orientação psicológica.


Compartilhar

RECOMENDAMOS




COMENTÁRIOS




DESTAQUES PSICOLOGIAS DO BRASIL
Uma seleção das notícias relacionadas ao universo da Psicologia e Comportamento Humano.