Bruxelas, capital da Bélgica, anunciou a operação de sua primeira caixa de correio para abandonar bebês anonimamente. A iniciativa propõe que os pais que não podem cuidar do filho o deixem nesta escotilha para que os órgãos competentes tomem conta da criança.

O anúncio foi feito pela organização não governamental Corvia, depois de iniciarem uma disputa judicial desde 2017 para aceitar o uso desta caixa de correio no subúrbio de Evere. Na época, a proposta havia sido negada pelo prefeito da cidade, mas agora, 3 anos depois, o conselho estadual anulou a decisão do ex-prefeito.

“Estamos imensamente satisfeitos por termos vencido o caso. Toda criança tem direito a um futuro. Mal posso esperar para abrir a escotilha de bebês, mas vou esperar uma reunião com o prefeito. Os pais, que colocam seus filhos na incubação anonimamente podem reconsiderar sua decisão em dois meses”, disse Mathilde Peeters, porta-voz da Corvia, de acordo com a VRT.

“Sempre achei que os bebês ficam melhor em um ambiente seguro do que na rua ou em uma lata de lixo. Entrei em contato com Corvia para garantir que eles possam reiniciar suas atividades. Quero trabalhar junto para ver como uma incubação de bebê pode funcionar em Evere”, disse Ridoune Chalid, atual prefeito.

Essa seria a segunda caixa postal aprovada para esse fim no país europeu. Anteriormente, a organização Mothers for Mothers instalou uma escotilha na cidade de Antuérpia, cerca de duas décadas antes. De acordo com a mídia local, um total de 18 bebês foram deixados nesse período.

Outros países, como os Estados Unidos, também têm tomado esse tipo de iniciativa para evitar o abandono de recém-nascidos em condições precárias.

***
Destaques Psicologias do Brasil, com informações de UPSOCL.
Fotos: VRT e Caixas de bebê Safe Heaven.

Precisa de ajuda? Conheça a nossa orientação psicológica.


Compartilhar

RECOMENDAMOS




COMENTÁRIOS




DESTAQUES PSICOLOGIAS DO BRASIL
Uma seleção das notícias relacionadas ao universo da Psicologia e Comportamento Humano.