Dicas para passar nos seus trabalhos universitários

O fim do ano está se aproximando e, com ele, os temidos exames e trabalhos finais estão chegando. Pior ainda pra quem tem que fazer um trabalho de TCC final. Sabemos que você está preocupado em não ter as melhores notas em seu caderno, mas não deixe o estresse de tirar boas notas sobre você.

Para enfrentar da melhor maneira esta fase de muitas entregas e obrigações, damos algumas dicas interessantes que podem ajudar você a passar ileso por tudo isso.

1. Converse com seus professores

Se algo não ficou claro na aula, não pense duas vezes: fale com seu professor e peça ajuda. Não seja tímido ou envergonhado porque você não entendeu algo. Quanto menos dúvidas você tiver, mais bem preparado você estará para enfrentar os exames.

2. Fale com seus pais

Ninguém melhor do que eles para te entender, se algo não vai bem na escola. Expresse suas dúvidas a eles e juntos encontrem uma alternativa que os deixará tranquilos e enfrentarão a última parte do ano com bom humor e confiança. Ambos reconhecerão seu esforço.

3. Crie uma programação

Estabeleça horários em que você fará atividades como estudar, se exercitar, se divertir e até comer. Ter um pedido irá ajudá-lo a não sentir que tudo está escapando de suas mãos. Ter um cronograma ajuda muito porque assim você pode realizar várias atividades e obter resultados com mais facilidade.

4. Estresse externo

Não se preocupe mais do que o necessário. O estresse não é o melhor companheiro nesta época do ano. Pode afetar tudo, desde sua concentração até sua saúde. Portanto, sempre tenha um momento para descansar e se livrar de quaisquer problemas. Volte para a escola, apenas quando se sentir aliviado.

5. Pratique esportes

Correr, fazer ioga ou ir à academia ajuda a limpar a mente por algumas horas. E não falta razão. Além de trazer benefícios para sua saúde, para que você fique mais focado ao estudar, a Organização Mundial da Saúde recomenda se exercitar pelo menos uma hora por dia.

6. Sacrifique algum tempo livre

Isso não significa que você permanecerá enclausurado ao lado do material escolar. Obter as melhores notas exige um pouco de esforço. Reserve um pouco mais de tempo para estudar para que, no final do ano, sua decisão seja recompensada com férias gratificantes.

7. Sono

É mais que importante. Dormir oito horas por dia o ajudará a ficar mais atento nas aulas. Assim, você entenderá melhor cada lição. Mesmo que você tenha muito dever de casa na escola, é menos trabalhoso do que na universidade. Por isso, recomendo um bom descanso todos os dias, este é o conselho de muitos profissionais.

8. Trabalhe com seus colegas

Não hesite em buscar o apoio de seus colegas que entenderam a aula. Isso não será apenas um benefício para você, mas também um benefício para eles. É útil explicar a outra pessoa por que é assim que você analisa e verifica se entendeu bem a aula. É um benefício mútuo.

9. Cuidado com o que você encontra na Internet

Para apresentar o melhor trabalho, você deve ter fontes reais de informações disponíveis. Procure sites especializados no assunto que você está desenvolvendo. Se você não sabe onde encontrá-los, acesse o Google Scholar, onde encontrarão artigos dos principais autores que o ajudarão a obter a nota mais alta da classe.

10. Pense em fazer cursos

Seu desenvolvimento acadêmico não termina com a faculdade. Pense em suas habilidades e preferências e escolha a carreira que melhor se adapta a você.

Agora você sabe enfrentar da melhor forma os últimos meses de aulas. Não entre em pânico, pois te traremos ainda mais dicas do que essas que já deixamos aqui. Se você tem dificuldades para estudar ou apenas quer aproveitar melhor o tempo que passa estudando, siga estas dicas simples.

Com bons hábitos e uma série de orientações para tomar notas, memorizar ou se preparar para um exame, tirar boas notas será mais fácil. Um pouco de esforço é suficiente para aprender mais e aproveitar ao máximo o tempo que passa estudando. Veja o que você deve fazer em termos de organização para conseguir aproveitar ao máximo o seu potencial como aluno universitário na hora de fazer seus trabalhos.

• Você deve ser claro sobre como usará seu tempo. A primeira coisa é planejar e decidir o que você vai aprender e quanto tempo vai gastar.
• Você deve estudar o tempo que for necessário, sem deixar um tópico ou problema pela metade, para começar a estudar um assunto diferente. Caso contrário, o que você aprendeu será tão confuso que será o mesmo que não ter estudado nada.
• Faça uma lista de todas as atividades que fará naquela tarde. É conveniente ter um cronograma diário de estudos, mas realista, levando em consideração suas habilidades.
• Ordene as atividades. Com qual começar? Alguns especialistas aconselham começar pelo que for mais fácil para você, para incentivá-lo a continuar estudando. Outros acham que é preferível começar com assuntos difíceis e tirá-los do caminho o mais rápido possível. Você escolhe, com base em sua própria experiência.
• A programação deve ser flexível e preparada para o inesperado. Isso o ajudará a não acumular tarefas atrasadas.
• Não se esqueça de incluir tempo para descanso e lazer em sua programação.
• Ao fazer anotações, tente ouvir tudo o que o professor diz.
• Aproxime-se, pois você terá uma posição melhor para ver e ouvir.
• Você deve prestar muita atenção ao início da aula. É o momento em que o professor dá uma ideia geral do assunto.
• Mantenha uma boa postura na cadeira. Facilitará sua participação e, portanto, sua compreensão da aula.
• Enquanto estiver fazendo anotações, você deve descobrir quais ideias são principais, secundárias ou anedóticas.
• Se o professor disser que algo é muito importante, destaque-o. É bem possível que ele caia no exame.
• Deixe espaço ou margem para outras anotações.
• Se houver algo na explicação que você não entendeu, deixe um espaço para preenchê-lo no final da aula.

Photo by Thought Catalog on Unsplash

RECOMENDAMOS






Informações e dicas sobre Psicologia nos seus vários campos de atuação.