Na maioria dos casos, ir a um restaurante para jantar costuma ser uma experiência agradável e prazerosa. Mas trabalhar em um pode ser bastante complicado, pois os clientes nem sempre respeitam aqueles que os atendem. A garçonete inglesa Lily Griffith é mais uma entre as muitas profissionais da área que já viveram algum tipo de humilhação, intimidação ou assédio moral e/ou verbal no exercício da profissão.

O chef Lee Skeet é proprietário do Cora, restaurante que emprega Lily Griffith. Ele costuma ficar muito feliz sempre que recebe novos clientes, mas infelizmente teve uma triste experiência depois que um grupo de homens foi desrespeitoso com Lily. Eles a humilharam e tocaram em seu corpo sem o seu consentimento.

O grupo que compareceu ao restaurante em Cardiff, no Reino Unido, gastou US$ 1.350 no jantar, algo inédito para o estabelecimento. Mas Lee não se importou com o dinheiro gasto pelos clientes quando soube que aquelas pessoas tinham assediado sua funcionária. Ele decidiu enviar um e-mail para os clientes, informando que eles não eram mais bem-vindos em seu restaurante.

“Quero agradecer por ter vindo ao meu restaurante hoje. Eu sei que vocês foram a mesa que mais consumiu em toda a nossa história (…) Mas eu agradeceria se vocês nunca mais voltassem ao meu restaurante. Lily vale muito mais para mim do que o dinheiro de vocês.”

Como forma de mostrar que a jovem garçonete era realmente importante para ele, o chef decidiu devolver todo o dinheiro de seus clientes desrespeitosos para que eles tivessem noção do erro que cometeram.

“Por favor, envie-me seus dados bancários para que eu possa pagar US$ 1.000. Os outros 135 dólares da conta vou transferir diretamente para Lily, já que seria a gorjeta que corresponde a ela e que vocês decidiram não dar a ela por seus serviços”, disse Skeet no e-mail.

No entanto, depois de pensar mais sobre o assunto, Lee decidiu que não queria devolver o dinheiro. Em vez disso, ele transferiu os US$ 1.350 diretamente para a conta bancária da vítima.

Por meio de um post no Instagram, o chef compartilhou a história para que os internautas fiquem cientes das situações que os garçons costumam sofrer no exercício da profissão. Em poucas horas, Lee e Lily receberam centenas de mensagens de apoio.

Um escritório de advocacia de Londres até decidiu entrar em contato com os dois para abrir um processo contra os clientes por seus maus-tratos à garçonete e levá-los ao tribunal.

Lee Skeet fez um segundo post nas redes sociais para agradecer as pessoas pelo carinho, e para mencionar mais uma vez que estava orgulhoso de sua funcionária.

***
Destaques Psicologias do Brasil, com informações de UPSOCL.
Fotos: Reprodução.

RECOMENDAMOS






Uma seleção das notícias relacionadas ao universo da Psicologia e Comportamento Humano.