Há 25 anos, em Anqing, na China, uma mulher de 49 anos acidentalmente encontrou uma recém-nascida perto de sua casa. A pobre menina que aparentemente foi abandonada pelos próprios pais foi posteriormente adotada pela mulher.

A senhora, que se chama Hu, rapidamente tomou a decisão de criar a bebê como sua própria filha. Ela nunca pensou em perguntar ao marido primeiro, pois já tinha se apaixonado à primeira vista pela bebezinha. Além disso, era muito perigoso deixar a bebê sozinha. Não tendo um filho, a repentina presença do bebê parecia um milagre do céu.

No entanto, a mulher era muito pobre e não tinha dinheiro para comprar fórmula infantil para sua filha recém-nascida. Em vez disso, ela alimentou o bebê com mingau de arroz.

Quando a criança tinha 4 anos, o marido da mulher faleceu.

Com a morte do marido, a mulher teve que vender verduras e coletar lixo reciclável para criar a filha e pagar os estudos.

Anos depois, a garota se tornou uma bela mulher e se casou. Ela agora mora com o marido e os filhos na cidade e leva uma vida melhor do que quando era criança.

Apesar de viver uma vida feliz com a família, a mulher nunca esquece sua mãe adotiva, que passou por uma vida difícil criando-a.

Quando a mulher ainda morava com a mãe adotiva, a casa deles era uma pequena cabana. Agora, ela queria compensar a gentileza de sua mãe adotiva de 74 anos construindo uma casa de dois andares!

Segundo a mulher, sua antiga casa estava em péssimas condições para ocupá-la. A humilde senhora sonhava em ter uma bela casa. Mal sabia ela que um dia seu sonho se realizará graças a sua filha.

Sua filha também a visita com frequência. “Quando eu era criança, minha mãe cuidava muito bem de mim. Agora é a hora de cuidar bem dela. Este é o meu dever de filha”, disse a mulher.

Embora agora viva uma vida melhor, a idosa ainda vai para a floresta buscar lenha, plantar verduras e criar galinhas em casa.

A sua história de vida mostra que sempre há recompensas por todas as boas ações que fizemos em nossa vida. Além disso, não foi fácil adotar e criar uma criança, mas ela provou que é possível, apesar de todas as adversidades

Esperamos que Hu continue a viver uma vida feliz com a filha. Ela com certeza merece toda a elgria desse mundo!

***
Destaques Psicologias do Brasil, com iformações de Gatsur.
Fotos: Reprodução.

RECOMENDAMOS






Uma seleção das notícias relacionadas ao universo da Psicologia e Comportamento Humano.