Alexis Marrino viveu um dos dos momentos mais difíceis pelos quais uma mulher pode passar. Depois de ter a filha recém-nascida nos braços e amamentá-la com todo o carinho que uma mão poderia oferecer, teve que lidar com o falecimento dela. A pequena, que foi batizada como McKinleigh, nasceu com anencefalia – anomalia que faz bebês nascerem sem partes do crânio e do cérebro – e não sobreviveu ao primeiro dia.

Tentando se curar de tanta dor e reunindo forças para seguir em frente, Alexis resolveu tomar uma atitude nobre e comovente, doar todo o leite materno que havia estocado para ajudar outras crianças.

“Eu sabia que não poderia salvar a vida dela, mas pelo menos poderia ajudar a salvar a vida de outros bebês”, disse Alexis.

Em 19 de setembro, menos de dois meses após o nascimento de McKinleigh, a mãe incrível reuniu mais de 140 garrafinhas, com 33 litros de leite materno para doação.

Isso não quer dizer que o processo foi fácil. “Houve dias em que chorei porque fiquei pensando: ‘Como é justo fazer isso pelo bebê de outra pessoa, em vez do meu?’”, Disse Alexis. “Mas, apesar de tudo, continuei e finalmente terminei! Eu queria deixar McKinleigh orgulhosa de mim”.

O leite materno de Alexis ajudará muitos bebês e suas novas mães em dificuldades! A vida de McKinleigh foi levada muito cedo, mas seu legado continuará graças à sua mãe incrivelmente generosa.

***
Destaques Psicologias do Brasil, com informações de Ispire More.
Fotos: Reprodução/Facebook.

Precisa de ajuda? Conheça a nossa orientação psicológica.


*O conteúdo do texto acima é de responsabilidade do autor e não necessariamente retrata a opinião da página e seus editores.


Compartilhar

RECOMENDAMOS



COMENTÁRIOS




DESTAQUES PSICOLOGIAS DO BRASIL
Uma seleção das notícias relacionadas ao universo da Psicologia e Comportamento Humano.