Elon Musk tem certeza que sua empresa Neuralink será capaz de desenvolver um chip que usa Inteligência Artificial para criar um registro da atividade cerebral e assim estimulá-la. Isso, de acordo com o cofundador e CEO da Tesla, ajudaria a tratar o autismo, a esquizofrenia e a perda de memória causada pela velhice.

Musk diz que no começo eles conseguiam resolver muitos problemas relacionados ao cérebro.

O inventor afirma ainda que, nos últimos anos, a tecnologia pode auxiliar no tratamento de distúrbios neurológicos, como o mal de Alzheimer e o mal de Parkinson.

A Neuralink lançou seu white paper sobre o design do chip em julho, e os testes em animais começaram este ano.

Se comprovada a sua eficácia, o chip pode ajudar muitas pessoas que vivem no espectro ou sofrem de problemas como a demência.

***
Destaques Psicologias do Brasil, com informações de Nation.
Fotos: Reprodução.

Precisa de ajuda? Conheça a nossa orientação psicológica.


Compartilhar

RECOMENDAMOS




COMENTÁRIOS




DESTAQUES PSICOLOGIAS DO BRASIL
Uma seleção das notícias relacionadas ao universo da Psicologia e Comportamento Humano.