Em entrevista concedida à emissora de televisão ITV, o Prícipe Harry e a sua eposa Megan Markle, hoje duque e a duquesa de Sussex, admitiram que estão enfrentando dificuldades.

A entrevista faz parte de um documentário, que foi ao ar no domingo e acompanha Harry e Meghan Markle em uma viagem oficial pelo sul da África no início deste mês.

Tanto Megan quanto Harry disseram ter problemas em lidar com o intenso escrutínio dos tablóides britânicos sobre suas vidas.

No documentário, Harry afirma que ele e seu irmão William têm dias “bons e ruins”.
Questionado sobre relatos da mídia sobre uma briga entre os irmãos, o duque de Sussex disse que “inevitavelmente, coisas acontecem” como resultado da “pressão sob a qual a família vive”.

“Somos irmãos. Sempre seremos irmãos. Estamos certamente trilhando caminhos diferentes no momento, mas eu sempre o apoiarei, porque sei que ele sempre me apoiará”, acrescentou.

Perguntado sobre se estava preocupado que sua mulher enfrentasse as mesmas pressões que sua mãe, Diana, que faleceu em 1997 em um acidente em Paris enquanto seu carro era perseguido por fotógrafos, Harry disse: “Sempre protegerei minha família e agora tenho uma família para proteger. Então, tudo o que ela [Diana] passou e o que aconteceu com ela é importante. Não sou paranóico, só não quero repetir o passado”.

Em comunicado divulgado no início deste mês, Harry disse que sua mulher é a mais recente “vítima” de um tabloide britânico que “faz campanhas contra indivíduos sem pensar nas consequências”. Os relatos “conscientemente falsos e maliciosos” e “deturpações contínuas” foram feitos por “meios de comunicação específicos”, afirmou.

Meghan Markle, de 38 anos, disse no documentário que se adaptar à vida real foi “difícil” e que não estava preparada para o assédio dos tabloides.

“Quando conheci meu marido, meus amigos ficaram muito felizes, porque eu estava muito feliz. Mas meus amigos britânicos me disseram: ‘Tenho certeza de que ele é ótimo, mas você não deveria fazer isso, porque os tabloides britânicos destruirão sua vida’.”

Meghan também afirmou ter sido “difícil” estar grávida e que é difícil ser mãe em meio ao intenso interesse da imprensa. Questionada se era realista dizer que ela “não estava bem”, a duquesa respondeu: “Sim”.

O príncipe Harry, de 35 anos, descreveu sua saúde mental e a maneira como lida com as pressões de sua vida como uma questão que exige “cuidados constantes”.

“Eu pensei que estava fora de perigo e, de repente, tudo voltou, e isso é algo que tenho de gerenciar. Parte desse trabalho significa ter de manter a compostura, mas, para mim e minha mulher, há muitas coisas que são dolorosas, especialmente quando a maioria delas é falsa.”

Os comentários do príncipe Harry sobre a pressão do escrutínio da mídia vêm a público enquanto ele e sua mulher travam disputas na Justiça contra a imprensa.

Meghan está processando o tabloide The Mail On Sunday, acusado por ela de publicar ilegalmente uma carta escrita pela duquesa.

O duque entrou com um processo contra os proprietários do The Sun, do extinto News of the World e do Daily Mirror em relação a uma escuta telefônica que teria sido plantada há mais de uma década.

***
Destaques Psicologias do Brasil, com informações de BBC.
Foto destac ada: AFP.

Precisa de ajuda? Conheça a nossa orientação psicológica.


*O conteúdo do texto acima é de responsabilidade do autor e não necessariamente retrata a opinião da página e seus editores.


Compartilhar

RECOMENDAMOS



COMENTÁRIOS




DESTAQUES PSICOLOGIAS DO BRASIL
Uma seleção das notícias relacionadas ao universo da Psicologia e Comportamento Humano.