A pandemia tem sido um momento assustador para a maioria de nós, mas especialmente para crianças como Elliott Hill, de 4 anos, que foi diagnosticado com câncer em janeiro de 2020 depois que os médicos descobriram um tumor em seu rim.

“Tínhamos acabado de voltar de férias com a família e todos nós meio que adoecemos e fomos ao médico. As meninas tomaram antibióticos e algumas semanas depois, notamos um enorme caroço na área do abdômen.” disse a mãe de Elliot, Janette Hill.

Com o agravamento da pandemia, muitos hospitais infantis nos Estados Unidos, onde Elliot reside com a família, fecharam suas portas para a maioria dos visitantes, levando ao isolamento extremo.

“Agora, com o COVID-19, eles permitem que apenas um dos pais passe a noite com a criança e isso torna as coisas mais difíceis”, disse Hill, que é de Fort Worth, Texas.

Hill rapidamente recorreu às redes sociais para pedir oração, apoio e para que mantenham sua família atualizada sobre a situação de sua filha.

Foi justamente nas redes sociais que ela conheceu a empresária Allison Schickel, que criou um “brobe” – um robe para ajudar sua amiga a se recuperar do câncer de mama. Depois de alguns anos, Schickel decidiu expandir e ajudar crianças em recuperação de câncer em hospitais próximos do Texas.

“Sempre quis criar algo para crianças. E foi só quando conheci uma garotinha chamada Elliott que decidi que iria começar o processo de design e colocar isso no mercado o mais rápido possível”, disse Schickel.

Hill e Schickel mais tarde se encontraram em um parque próximo para verificar o protótipo de Schickel.

“Eles queriam ter algo que se parecesse com algo que fosse funcional, mas que pudessem usar dentro do hospital. Os hospitais são muito frios e eles não queriam ter que fazer seus filhos tirarem a roupa sempre que fossem fazer uma ressonância magnética.”, disse Schickel.

O novo manto projetado especificamente para crianças com câncer tem bolsos internos para guardar equipamentos médicos, mangas que se abrem para facilitar o acesso durante os procedimentos e uma capa de super-herói anexada com uma máscara.

O manto coloca um sorriso no rosto de Elliott toda vez que ela o veste.

“Como mãe, digo que qualquer coisa que permita que seu filho se expresse e se sinta menos como um paciente e mais como ele mesmo será incrível e definitivamente ajudará no processo”, disse Hill.

Para a mãe, a característica mais importante foi ver como a capa e a máscara de super-herói ajudaram a elevar o espírito de sua filha. “Eles fizeram isso em seu personagem favorito, então era o Homem-Aranha atrás dela. Ela estava super animada. Assim que ela vestiu, ela pôs os braços para fora, começou a correr em círculos, você sabe, apenas sendo a criança feliz que ela é. ”

Schickel fez parceria com o Cook Children’s Medical Center em Fort Worth e o Dell Children’s Medical Center em Austin. Ela recebeu milhares de doações em todo o país e criou um site para aqueles que desejam patrocinar uma criança.

Para dezenas de crianças como Elliot, essas vestes de super-heróis vieram em seu socorro na hora certa.

***
Destaques Psicologias do Brasil, com informações de Só Notícia Boa e CBS News.
Fotos: Reprodução/Instagram.

RECOMENDAMOS






Uma seleção das notícias relacionadas ao universo da Psicologia e Comportamento Humano.