Há dois anos, a pequena Gisele nasceu prematura e foi diagnosticada com síndrome de abstinência neonatal,em decorrência da exposição a opiáceos no útero. Ela poderia ter acabado no sistema de adoção temporária dos Estados Unidos sem nenhuma garantia de encontrar uma família amorosa que pudesse cuidar dela, mas para sua sorte o seu caminho cruzou o da enfermeira Liz Smith, que decidiu se tornar sua mãe.

Liz sempre sonhou em ser mãe. Ela sabia que ter 13 sobrinhas e sobrinhos não era o suficiente para ela e ela queria ter um filho. No entanto, seus tratamentos de fertilização não tiveram sucesso e ela teve que desistir de tentar engravidar.

Embora muitas pessoas a incentivassem a considerar a adoção, Liz relutou em aceitar a ideia. Mas sua mente mudou quase imediatamente quando conheceu um lindo bebê de olhos azuis no Hospital Infantil Franciscano onde trabalhava.

Liz sentiu uma conexão instantânea com Gisele e, ao saber que ninguém a tinha visitado nos últimos 5 meses em que ela estava no hospital, Liz entrou em cena para cuidar dela. Todos os dias, após um longo dia de trabalho, Liz visitava Gisele e a ajudava a se recuperar.

Embora o hospital fornecesse o melhor atendimento possível, a gentil enfermeira sabia que, para o bebê se recuperar, ela precisava de um lar estável e de uma mãe amorosa. Felizmente, era ezatamente isso o que Liz estava disposta a fornecer.

Depois de mais de um ano em um orfanato, Gisele foi adotada por Liz no final de 2018. Liz, agora com 45 anos, e Gisele, de 2 anos, são uma família muito feliz.

Apesar de não ter um filho da maneira tradicional, como Lizz esperava, ela agora defende a adoção e incentiva outras pessoas a considerarem esse caminho para obter a família com que sonham.

***
Destaques Psicologias do Brasil, com informações de Nation.
Fotos: Reprodução.

Precisa de ajuda? Conheça a nossa orientação psicológica.


Compartilhar

RECOMENDAMOS




COMENTÁRIOS




DESTAQUES PSICOLOGIAS DO BRASIL
Uma seleção das notícias relacionadas ao universo da Psicologia e Comportamento Humano.