O número de pessoas que dormem mal nas ruas aumentou dramaticamente em todos os países da Europa, exceto na Finlândia. As ruas ficam agitadas à noite, assim como os abrigos para moradores de rua. Violência e roubo são ocorrências comuns. Empacotados em abrigos ou expostos nas ruas, as pessoas em situação de rua não experimentam intimidade ou privacidade.

Mas alguém parece estar empenhado em oferecer melhores condições a essas pessoas, o engenheiro Geoffroy de Reynal, que trabalha em canteiros de obras de turbinas eólicas como gerente de qualidade. Preocupado com a situação crítica dos pessoas em situação de rua na França, ele projetou um iglu que é capaz de oferecer um abrigo confortável e aquecido a essas pessoas.

Este iglu pop-up fácil de instalar é feito de espuma de polietileno e forrado com folha de alumínio por dentro para manter o ocupante protegido de condições de frio extremo. A temperatura corporal de uma pessoa pode aquecer o interior mais de 15 ° C do que o exterior.

O design do iglu é impermeável, lavável, reparável e reciclável. Além disso, ele é compacto, possui uma célula solar que permite ter iluminação dentro do seu iglu e é de fácil montagem.

Em dezembro, nove iglus foram distribuídos aos desabrigados em ocupações nos arredores de Bordeaux através do Médicos do Mundo, uma ONG francesa que ajudou com a logística. A primeira resposta é muito positiva: os usuários estão muito satisfeitos.

Esta certamente é uma ideia que poderia ser reproduzida em várias partes do mundo para que cada vez mais pessoas em situação de rua encontrem condições mais dignas para enfrentar a dura que é estar desabrigado.

***
Destaques Psicologias do Brasil, com informações de Nation.
Fotos: Reprodução.

RECOMENDAMOS






Uma seleção das notícias relacionadas ao universo da Psicologia e Comportamento Humano.