A inveja é uma emoção prejudicial que nos machuca e nos diferencia dos outros. As crianças podem começar a experimentar esse sentimento muito cedo, observando a realidade dos outros. Porém, como pais, temos a capacidade de guiá-lo e ajudá-lo a transformar esse ciúme improdutivo em inspiração.

Antes de tudo, precisamos entender que é normal sentir inveja em certas ocasiões. No entanto, a frequência e a intensidade dessa emoção dependem da personalidade de cada uma, bem como da maneira como decidimos administrá-la. Portanto, neste artigo, explicamos como ensinar seus pequenos a processar e tirar proveito dessas circunstâncias.

Transforme inveja em inspiração

A inveja é prejudicial e dolorosa. Ele gera ódio e rancor dentro de nós e obscurece os relacionamentos com os outros. Para evitar a grande infelicidade que a inveja traz, precisamos ensinar os pequenos a olharem por outra perspectiva. Especificamente, devemos incutir neles o hábito de focar em si mesmos e não nos outros. Mas o que isso significa?

Evite comparações

Muitas vezes, são os próprios adultos que incentivam a inveja nas crianças sem perceber. Atos como exigir demais deles ou tender a compará-los com seus irmãos, primos ou amigos podem torná-los crianças perfeccionistas e inseguras.

Para evitar isso, tente lembrar ao seu filho que a única pessoa com quem ele deve se comparar é ele próprio. Que ele não deve superar as outras crianças, mas superar a si mesmo todos os dias, “vá em frente e encontre sua melhor versão”.

Você não precisa ser melhor que seu amigo em matemática, basta um esforço para superar suas próprias notas passadas. Da mesma forma, se você deseja melhorar uma habilidade, o ponto de partida não deve ser seu companheiro; é seu próprio desempenho que você deve superar a cada dia .

Mostre gratidão

A inveja surge quando nos sentimos vítimas da vida, quando a percebemos como injusta. O melhor remédio contra esse sentimento é a gratidão . Instale no seu filho o hábito de reconhecer todas as coisas boas ao seu redor e sentir-se grato por isso . Ensine-o a valorizar sua casa, sua família, seus amigos, seus brinquedos, suas próprias qualidades…

Contanto que você se concentre em tudo que é positivo em sua vida, você se sentirá realmente com sorte e não haverá espaço em sua mente para invejar os outros ou sentir que algo está faltando.

Construa sua auto-estima

Uma sólida auto-estima permitirá que seu filho tenha certeza de quão valioso é e das muitas qualidades e virtudes que possui. A autoconfiança impedirá você de se comparar com os outros, de se sentir inferior ou de buscar aprovação externa. Uma criança com sólida auto-estima não se sentirá ameaçada pelo sucesso de seus colegas, pois terá certeza do seu próprio valor.

Da inveja à inspiração

Sempre haverá alguém mais bonito, mais inteligente, mais criativo ou mais agradável do que você. E isso é inevitável. No entanto, não somos obrigados a nos sentir culpados ou imperfeitos por isso. Não precisamos criticar o outro ou desejar seu fracasso. Essa atitude só prejudicará seu filho.

Em vez disso, convide-o a se alegrar sempre pelas conquistas dos outros. É muito importante que você perceba que o sucesso de outra pessoa não tira nada de você. Se seu amigo compra um brinquedo, ele não perde nada. Só porque o seu parceiro tem uma pontuação excelente não diminui sua nota. Os objetivos dos outros e sua felicidade não afetam nossas próprias possibilidades; então, por que ficar com raiva?

Em vez disso, incentive seu filho a se sentir feliz pela outra pessoa quando ela alcançar algo importante. E se ele também quer, ensine-o a buscar o outro como inspiração. Se ele também quiser obter uma nota, ele pode perguntar ao parceiro quais técnicas de estudo ele usa e também colocá-las em prática.

Se seu irmão recebe um prêmio de boa conduta, você pode seguir o exemplo dele, inspirar-se nele para obter os mesmos resultados. Todos nós podemos ser bem sucedidos e todos temos algo a aprender e algo a ensinar aos outros. Inveja não tem lugar .

***
Destaques Psicologias do Brasil, com informações de Eres Mama
Foto destacada: Reprodução.

Precisa de ajuda? Conheça a nossa orientação psicológica.


Compartilhar

RECOMENDAMOS




COMENTÁRIOS




DESTAQUES PSICOLOGIAS DO BRASIL
Uma seleção das notícias relacionadas ao universo da Psicologia e Comportamento Humano.