A história de Andreia Tavares é mais um daqueles exemplos de que, com garra e coragem, é possível enfrentar todos os desafios e conquistar grandes vitórias. Ex-empregada doméstica, ela se formou em Direito, passou na OAB, fez concurso para a PM e hoje é aspirante a oficial – um tipo um estágio antes de virar tenente – da Polícia Militar de Goiás. E o mais incrível, tudo isso estudando com livros recolhidos do lixo.

A jornada de Andreia Tavres em busca de uma vida melhor teve início há 17 anos, quando ela saiu do Pará com apenas 15 anos de idade carregando com si uma criança de 1 mês no colo. O marido José Francisco veio com ela. Juntos, os três batalharam duro para poderem ter uma vida digna em Goiânia.

Já trabalhando como gari da prefeitura de Goiânia, José Francisco foi quem deu o primeiro incentivo à esposa, recolhendo livros do lixo e levando para ajudar Andreia a estudar no barraco de lona e sem banheiro onde viviam.

Eram “Livros literários. Eu lia todos. Isso me ajudou a obter uma nota 89 na redação do ENEM e fez a diferença para ganhar a bolsa de 100% do curso de Direito”, contou Andreia Tavares em entrevista ao site Só Notícia Boa.

Pouco tempo depois, a família se mudou para um cômodo de 3 metros quadrados. Nessa época eles tinham uma cama, um fogão e guardavam as roupas e panelas em caixas de papelão.

A virada

Para ajudar no sustento da casa, Andreia trabalhou como empregada doméstica durante 7 anos, porém sem nunca desistir do sonho de estudar. Durante o dia, ela limpava a casa dos outros. À noite se enfiava nos livros. O esforço e A dedicação, no entanto, não foram em vão.

Andreia conseguiu uma bolsa com 100% de desconto pelo PROUNI e foi cursar a faculdade de Direito. Antes mesmo de terminar o curso, Andréia passou na OAB. Depois prestou concurso para a PM de Goiás para os cargos de cadete e soldado. Ela concorreu com mais de 2 mil mulheres e passou nos dois.

Hoje, Andreia, José Francisco e o filho, Cristhyan Tavares, que está com 16 anos, vivem uma vida tranquila e cheia de gratidão.

“Somos felizes demais. Desde que entrei na Polícia Militar, a nossas vidas mudaram para melhor. Hoje temos casa própria, tenho um carro pra andar, meu esposo tem uma moto. A qualidade de vida é outra.”, agradece.

***
Destaques Psicologias do Brasil, com informações de SNB.
Fotos: Reprodução/Arquivo Pessoal.

Precisa de ajuda? Conheça a nossa orientação psicológica.


Compartilhar

RECOMENDAMOS




COMENTÁRIOS




DESTAQUES PSICOLOGIAS DO BRASIL
Uma seleção das notícias relacionadas ao universo da Psicologia e Comportamento Humano.