O britânico Mark Gaisford tem uma família e uma carreira de sucesso, e muitos podem se perguntar, “o que mais ele quer?”. A resosta ele tem na ponta da língua, o que ainda lhe falta é algo muito importante: amigos.

Gaisford decidiu poostar um vídeo nas redes sociais, falando justamente sobre isso. O que ele não imaginava é que tanta gente compartilhava dessa “falta” com ele. Seu vídeo rapidamente viralizou no Reino Unido, mostrando que muita gente conive com a solidão.

“Não tenho amigos. É uma coisa assustadora admitir isso, especialmente aqui no LinkedIn, mas é verdade”, diz ele no início da gravação.

Dono de uma empresa de recrutamento no sudeste da Inglaterra, Gaisfordconta que vinha se sentindo solitário.

“Fiz esse vídeo porque cheguei a um patamar da minha vida em que tudo mudou e meus filhos saíram de casa. Então, neste momento, você começa a refletir sobre a sua vida e o que está acontecendo”, diz ele, em entrevista à BBC.

No vídeo, Gaisford explica que tem colegas de trabalho “sensacionais” com quem “naturalmente compartilhamos detalhes de nossas vidas”.

“Então, falamos do que está acontecendo conosco, mas não jantamos e não fazemos longas caminhadas pelo campo juntos”, diz ele.

Gaisford confessa que ficou impressionado com a repercussão do vídeo.

“O vídeo teve mais de 1 milhão de visualizações ao redor do mundo, incluindo Estados Unidos, Austrália e em outros países”, diz.

“Quando postei o vídeo, pensei comigo: ‘Não posso ser a única pessoa (a me sentir assim)'”.

“Mas não esperava que haveria milhões de homens na mesma situação, que se dedicaram à carreira e à família, mas fora desse ambiente, não têm muitas amizades com outros homens”, acrescenta.

“Em vez de apenas mergulhar na autopiedade e achar que sou um idiota solitário e triste, aderi a um grupo. E haverá um encontro para novos membros hoje no bar às 19h e vou comparecer”, diz ele no vídeo.

O vídeo termina com imagens de Gaisford após a noitada com os novos amigos.

“Que noite maravilhosa e que galera brilhante. Há pessoas mais introvertidas, outras mais seguras de si, mas muito divertidas. Estou feliz que deixei a preguiça de lado e tomei coragem para fazer isso. Foi muito divertido”, conclui.

Assista ao vídeo, em inglês, com o desabafo de Mark Gaisford:

***
Destaques Psicologias do Brasil, com informações de BBC.
Foto destacada: Reprodução/Youtube.

Precisa de ajuda? Conheça a nossa orientação psicológica.


Compartilhar

RECOMENDAMOS




COMENTÁRIOS




DESTAQUES PSICOLOGIAS DO BRASIL
Uma seleção das notícias relacionadas ao universo da Psicologia e Comportamento Humano.