Aos completar 21 anos, Barry Farmer decidiu adotar uma criança, hoje aos 30 ele é pai de três garotos. Essa escolha se deve, em grande parte, à sua própria experiência em um orfanato e posteriormente em um lar adotivo. “sou o pai que gostaria de ter tido.”

Barry, que mora em Richmond, na Virgínia, foi criado em situação de parentesco, uma forma de adoção em que um parente se responsabiliza por cuidar de uma criança quando seus pais ficam impossibilitados de fazê-lo.

Enquanto morava com a avó como responsável legal, Barry diz que aprendeu a ser responsável por si mesmo e, à medida que envelhecia, aprendeu também a cuidar da avó quando ela precisava de ajuda.

Mas, ao completar 21 anos, ele teve uma idéia: ele pediu uma licença para poder ser pai adotivo para outras crianças que precisavam de um lar e de afeto.

“Tornar-me pai adotivo foi como uma homenagem à minha avó porque eu nunca poderia devolver tudo o que ela fez por mim, mas definitivamente consegui pagá-la”, disse Barry à revista People.

Depois que conseguiu sua licença de adoção, Barry ficou responsável por cuidar do menino Jaxon, de oito anos de idade. O plano inicial era que, depois de um tempo, Jaxon retornasse para o lar da sua família biológica. Mas tudo mudou quando, depois de um ano, Jaxon preferiu ficar com o pai adotivo ao retornar para a casa da família biológica.

“Foi comovente ver que esta criança de uma etnia diferente da minha se sentiu confortável o suficiente para me chamar de pai; ele era uma criança procurando por pertencer a uma família não tão convencional”, disse Barry.

Dois anos depois, em 2013, Barry adotou Xavier, dando a Jaxon um irmãozinho. Então, em 2014, ele adotou Jeremiah, que tinha quatro anos na época e no sistema de assistência social.

“A paternidade tem sido tudo o que imagino que seja porque sou o pai que gostaria de ter tido. Estou envolvido, estou lá quando meus filhos vão dormir e quando acordam”, disse Barry. “Eu sou o maior incentivador deles ao ajudá-los a atingir seus objetivos. Eu tento não perder nenhum momento de suas vidas. Assumo a responsabilidade de ser um pai de verdade.”

Desde que os adotou, os três meninos estão deixando os cabelos crescerem, assim como Farmer. Quando os cabelos estiverem longos o suficiente, eles planejam doá-los a instituições de apoio a pessoas com câncer.

***
Tradução feita por Destaques Psicologias do Brasil, com base no original de Sunny Skyz.
Foto destacada: Barry Farmer/Facebook.

Precisa de ajuda? Conheça a nossa orientação psicológica.


*O conteúdo do texto acima é de responsabilidade do autor e não necessariamente retrata a opinião da página e seus editores.


Compartilhar

RECOMENDAMOS



COMENTÁRIOS




DESTAQUES PSICOLOGIAS DO BRASIL
Uma seleção das notícias relacionadas ao universo da Psicologia e Comportamento Humano.