Drew Goodall sempre sonhou em se tornar um ator. Aos 20 anos, depois de estudar atuação, conseguiu pequenos papéis em filmes como Snatch e About a boy, nos quais conheceu grandes atores como Brad Pitt e Hugh Grant.

No entanto, uma crítica ao seu desempenho o devastou e mudou sua vida para sempre. Ele começou a ficar sem dinheiro e não queria dizer nada aos pais. Ele não queria voltar para a casa de sua família como um fracasso, porque sabia que isso significaria uma derrota para ele. E as coisas não estavam melhorando, o proprietário do apartamento que alugava logo o expulsou, então Drew ficou morando nas ruas por seis meses nos anos 90.

Todos os dias ele lutava para sobreviver, implorando por comida. Ele foi espancado por bêbados e outros moradores de rua mais de uma vez. Ele costumava dormir em caixas de papelão fora da London Academy of Performing Arts. Estava, sem dúvida, em seu pior estado, sofrendo com a falta de moradia e vivendo uma depressão.

Porém, sua vida mudou novamente, quando começou a engraxar sapatos para ganhar pelo menos um pouco de dinheiro. Ele tinha que ter cuidado para que a polícia não o pegasse. Depois de seis meses engraxando sapatos na estrada, um de seus clientes regulares disse que ela poderia fazer o mesmo trabalho em seu escritório.

Assim que Drew ganhou mais dinheiro, ele decidiu fazer ‘algo maluco’. Então, ele começou sua própria empresa, chamada “Sunshine Shoeshine”. Hoje ele até colabora com grandes empresas londrinas, cujos executivos consideram fundamental que seus sapatos sejam engraxados.

Drew ganha mais de US $ 250.000 por ano e oferece a maior parte desse dinheiro para instituições de caridade. A outra coisa que o deixa orgulhoso é que ele nunca esqueceu o que passou antes de se tornar um empresário. É por isso que os funcionários da Sunshine Shoeshine são, na sua maioria, pessoas desabrigados e pessoas com necessidades especiais.

Ele já empregou 40 moradores de rua, permitindo que decidam para qual instituição de caridade irão doar parte de seus ganhos. Um desses indivíduos é Alan Walton, 45, que estava desempregado há 15 anos e também tinha problemas de saúde. Como ele mesmo diz, Drew deu-lhe esperança e confiança, pois agora ele tem um propósito na vida e uma perspectiva de futuro.

***
Destaques Psicologias do Brasil, com informações de Nation.
Fotos: Reprodução.

Precisa de ajuda? Conheça a nossa orientação psicológica.


Compartilhar

RECOMENDAMOS




COMENTÁRIOS




DESTAQUES PSICOLOGIAS DO BRASIL
Uma seleção das notícias relacionadas ao universo da Psicologia e Comportamento Humano.