Foi lançada nesta terça-feira, 17, a campanha de valorização da vida e de combate à depressão. Participaram da cerimônia de lançamento da campanha o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, e a ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Damares Alves.

Estima-se que, no Brasil, 14,1 milhões de pessoas apresentem diagnóstico de transtorno ou sofrimentos mentais. Um total de 7,6% dos brasileiros de 18 anos ou mais receberam diagnóstico de depressão por profissionais de saúde mental.

“Nesse campo, a fé ajuda muito, porque você tem sua família, seus filhos. Do mesmo jeito que se trata do seu rosto – vejo pessoas se importando bastante com a estética – é importante fazer a mesma coisa em nosso cérebro”, destacou Mandetta, ao promover a “higiene mental”.

No mesmo evento, Damares agradeceu à iniciativa do ministro da Saúde. “Mandetta, o estado é laico mas eu sou terrivelmente cristã“, disse, ao louvar a vida do colega.

Em seguida, Damares aproveitou para criticar a oposição. Segundo ela, o cuidado não estava sendo feito em governos passados. “Esse povo, que estava abandonado nessa nação, agora tem sido tratado como ser humano em nosso governo”, pontou.

A campanha, com o slogan “Se liga! Dê um like na vida”, tem como alvo os jovens de 15 a 29 anos. O objetivo é mostrar a importância de valorizar as relações presenciais, focando nos benefícios do vínculo real.

“Depressão às vezes é vista como: ‘ah, é frescura, não quer estudar’. Em tempos de internet, esse drama é super amplificado. Hoje o bullying cibernético, de uma hora para outra você vira meme. E às vezes, eles [os jovens] começam a chamar a atenção através da automutilação”, explica Mandetta.

A campanha começará a ser veiculada a partir desta quarta-feira (18/09/2019) e se estende até 1º de outubro. O material será veiculado em filmes, internet e outdoor. De acordo com o ministro da Saúde, também será feito investimento em Capes, contudo, não soube especificar o valor.

***
Destaques Psicologias do Brasil, com informações de Metrópoles.
Foto destacada: RAFAELA FELICIANO/ METROPOLES.

Precisa de ajuda? Conheça a nossa orientação psicológica.


*O conteúdo do texto acima é de responsabilidade do autor e não necessariamente retrata a opinião da página e seus editores.


Compartilhar

RECOMENDAMOS



COMENTÁRIOS




DESTAQUES PSICOLOGIAS DO BRASIL
Uma seleção das notícias relacionadas ao universo da Psicologia e Comportamento Humano.