A edição de 2021 do concurso de fotografia Siena International Photo Awards (SIPA) escolheu como foto do ano a imagem comovente de um refugiado sírio e seu filho portador de deficiência.

O responsável pelo registro é o fotógrafo turco Mehamet Aslan. As lentes da sua câmera imortalizaram um momento de ternura entre um pai e um filho na Síria no distrito de Reyhanli, na província turca de Hatay, na fronteira com a Síria.

O homem retratado na imagem é Munzir. Ele perdeu a perna direita quando uma bomba foi lançada enquanto ele caminhava por um bazar em Idlib, na Síria. Seu filho Mustafá, que é visto sorrindo na foto, nasceu sem membros inferiores ou superiores devido à uma doença congênita causada pelos medicamentos que sua mãe, Zeynep, teve de tomar após adoecer devido ao gás venenoso liberado durante a guerra na Síria.

“Fiquei profundamente comovido com esta imagem. Em um piscar de olhos, ele combina a tragédia do destino e da guerra com um momento de amor, ternura e alegria. A fotografia é a prova da invencibilidade da alegria e do amor.”, disse Andreas Trampe, editor de imagens e membro do júri.

O prêmio de melhor fotógrafo de 2021 foi entregue a Brent Stirton, um fotojornalista sul-africano baseado nos Estados Unidos (EUA) e correspondente da Getty Images, com uma reportagem feita no Congo sobre os chimpanzés.

O concurso destacou ainda uma produção em vídeo, sobre o tabu ao redor do câncer de mama em Bangladesh, retratando a rotina de uma paciente.

***
Destaques Psicologias do Brasil, com informações de Media Talks
Foto destacada: SIPA 2021 – Photo of the Year – Handship of the life – Mehamet Aslan.

RECOMENDAMOS






Uma seleção das notícias relacionadas ao universo da Psicologia e Comportamento Humano.