Um funcionário que recebeu por engano um salário 286 vezes maior se demitiu do emprego e desepareceu com o dinheiro. O homem, que não foi identificado, trabalhava no Consórcio Industrial de Alimentos, gigante chileno do ramo de alimentação, e tinha se comprometido a fazer a devolução do dinheiro, mas fugiu antes de cumprir com o combinado.

Em maio deste ano, o RH da empresa acidentalmente pagou ao funcionário a quantia de 165.398.851 pesos chilenos (o equivalente a R$ 925.771, na cotação atual), em vez dos habituais 500.000 pesos (R$ 2.798).

No dia 30 de maio, o próprio funcionário notificou um subgerente sobre o engano e concordou em devolver a quantia excedente.

No entanto, depois de confirmar que o dinheiro caíra na conta, ele parou de responder às mensagens e entregou um pedido de demissão em um escritório de advocacia próximo, três dias depois.

Após o sumiço do funcionário, a empresa notificou órgãos jurídicos do Chile e registrou uma queixa contra ele, para tentar reaver o dinheiro.

***
Destaques Psicologias do Brasil, com informações de R7.
Fotos: MARCELLO CASAL JRAGÊNCIA BRASIL.

RECOMENDAMOS






Uma seleção das notícias relacionadas ao universo da Psicologia e Comportamento Humano.