Um garotinho de Zaporizhzhia, no sudeste da Ucrânia, tem sido chamado de “um herói da noite” pelas autoridades eslovacas após cruzar sozinho a fronteira da Ucrânia para a Eslováquia.

O garoto, que tem 11 anos, viajou levando apenas uma mochila, um saco plástico e um passaporte. Ele tinha um número de telefone escrito na mão, como informou o Ministério do Interior eslovaco.

“Ele veio sozinho porque seus pais tiveram que ficar na Ucrânia. Voluntários cuidaram dele, o levaram para um lugar quente e lhe deram comida e bebida”, disse o ministério.

Segundo o comunicado, publicado no último sábado (5) na página do Facebook do ministério, as informações escritas na mão do menino e em um pedaço de papel dobrado em seu passaporte possibilitaram que os funcionários da fronteira entrassem em contato com os parentes do menino na Eslováquia, que prontamente foram buscá-lo.

“Ele conquistou a todos com seu sorriso, destemor e determinação dignos de um verdadeiro herói”, dizia o comunicado.

Em um vídeo publicado neste domingo (6) nas redes sociais, a mãe do garoto agradeceu à população da Eslováquia pelo suporte oferecido ao seu filho depois que ele atravessou a fronteira.

A mãe não pode acompanhar o menino e teve que ficar para trás para cuidar de sua mãe, que tem limitações de mobilidade.

“O menino foi transportado para Bratislava [capital da Eslováquia] para encontrar sua família. Ele está bem!”, acrescentou o Ministério do Interior.

De acordo com informações divulgadas pela ONU em 03 de março, mais de 1,5 milhão de refugiados já deixaram a Ucrânia desde 24 de fevereiro. A maioria dos refugiados cruzou a fronteira para a Polônia. Outros buscaram abrigo em países como Hungria, Eslováquia, Moldávia e Romênia.

***
Destaques Psicologias do Brasil, com informações de CNN.
Foto destacada: Reprodução / Ministério do Interior da República Eslovaca.

RECOMENDAMOS






Uma seleção das notícias relacionadas ao universo da Psicologia e Comportamento Humano.