Foi presa na manhã desta segunda-feira (11), na região metropolitana de São Paulo, a influenciadora digital Lauren Adana Lorenzetti, de 31 anos. A jovem, que está grávida de nove meses, foi condenada em 2013 por forjar o próprio sequestro com o intuito de extorquir dinheiro da mãe, Vanessa Dallagnol.

O falso sequestro ocorreu em 2010 na cidade de Francisco Belrão, no Paraná. Na ação criminosa, a influenciadora contou com a ajuda de dois amigos e do ex-namorado.

O plano teve início quando Vanessa foi deixar o amigo da filha, Juliano, em casa. Lauren então aproveitou a ausência da mãe e se escondeu na casa de uma amiga e ligou para a mãe dizendo que havia sido sequestrada, fingindo ser uma criminosa. O ex-namorado da jovem também tentou extorquir a vítima pedindo um resgate no valor de R$ 100 mil.

Poucas horas depois, o grupo teve medo de ser descoberto e colocou fim ao plano. A jovem forjou que foi liberada pelos sequestradores, ligou para a mãe de um orelhão e pediu para Marlene amarrar seus punhos com fita crepe.

De acordo com informações da Record TV, Lauren cumpria regime semiaberto em razão da condenação. Ela foi encaminhada hoje pelos agentes do Departamento de Operações Policiais Estratégicas para a sede da Divisão de Captura da polícia.

Lauren tem mais de 130 mil seguidores nas redes sociais e posta a rotina fitness no Instagram. Ela é ex-miss Pato Branco, cidade paranaense onde nasceu e chegou a ser miss Popularidade do Estado do Paraná.

***
Destaques Psicologias do Brasil, com informações de Isto É e Record TV.
Foto destacada: Reprodução.

Precisa de ajuda? Conheça a nossa orientação psicológica.


Compartilhar

RECOMENDAMOS




COMENTÁRIOS




DESTAQUES PSICOLOGIAS DO BRASIL
Uma seleção das notícias relacionadas ao universo da Psicologia e Comportamento Humano.