Na última quinta-feira (10), um homem e a mãe dele foram presos por manterem uma mulher grávida sob cárcere privado, na cidade de Colorado, região norte do Paraná. De acordo com a Polícia Militar (PM), a vítima é ex-namorada do suspeito.

Depois de ser resgatada, a grávida relatou que estava sendo mantida presa há oito dias e que era vítima de agressão e de abuso.

Uma amiga da gestante denunciou à polícia que a mulher estava sendo mantida em cárcere privado pelo ex-namorado.

“Ela contou para a equipe que estava ali há vários dias, dentro de um quarto trancada contra a vontade dela e sob o poder do ex-namorado e da mãe dele. Os policias conseguiram constatar que ela já estava sofrendo lesões corporais, estavam jogando água gelada nela. Houve alguns atos sexuais sem consentimento dessa vítima dentro da casa da senhora”, disse o delegado Alysson Tinoco ao g1.

Na casa do suspeito, a mãe do homem disse à PM que o filho não estava em casa e que a ex-namorada dele tinha ido embora para São Paulo depois do fim do namoro.

Segundo a polícia, a mulher afirmou que só iria permitir buscas na residência se houvesse um mandado judicial.

Algumas horas depois, a PM recebeu uma nova ligação sobre o mesmo o caso. As equipes retornaram ao local e escutaram gritos de socorro de uma mulher.

O suspeito estava na casa e recebeu voz de abordagem, sendo preso no local.

A gestante foi encaminhada para o hospital, onde foi submetida a exame de lesão corporal.

A Polícia Civil está investigando o caso.

***
Destaques Psicologias do Brasil, com informações de g1.
Foto: Polícia Civil/Divulgação.

RECOMENDAMOS






Uma seleção das notícias relacionadas ao universo da Psicologia e Comportamento Humano.