O servidor público José Carlos de Oliveira, de 59 anos, é alguém que tem inspirado muitas pessoas no município de Cabixi, em Rondônia, através d esua dedicação e seu amor ao próximo. Nos últimos sete anos, ele já repassou a quantia de R$ 141. 202,74 para o Hospital do Amor de Rondônia, que atende pacientes com câncer. E o detalhe mais emocionante dessa história é que ele arrecadou a quantia com o suor de seu trabalho recolhendo latinhas nas ruas.

Somente em 2021, José Carlos já doou o valor de R$ 41.310,74 para o Hospital do Amor, conforme a Coordenação e Organização do Leilão Direito de Viver de Cabixi.

“José Carlos é casado, e além de cuidar da família, e dedicar-se a filhos e netos, ele também ajuda a cuidar da mãe idosa e um irmão doente”, relata Maria de Lourdes Andrade de Carli, Coordenadora do Leilão Direito de Viver em Cabixi.

A trajetória de José Carlos neste bonito projeto solidário teve início há sete anos, quando ele descobriu um problema de saúde e foi orientado pelo médico a fazer caminhadas matinais. Seguindo a orientação, ele passou a sair de casa todas as manhãs para caminhar e, enquanto andava pela cidade, percebeu que haviam muitas latinhas jogadas nas ruas. Daí veio a ideia: caminhar e recolher as latinhas que encontrasse, e para isso, já levava consigo sacolas.

Depois disso, ele assuniu também o propósito de ajudar a salvar vidas, doando os valores arrecadados com a venda das latinhas para o leilão realizado em prol ao hospital de câncer.

Com o passar do tempo, ele resolveu usar também as horas vagas e dias que não estaria de plantão no trabalho para recolher latinhas pelas ruas. Logo, passou a dedicar também os fins de semana, indo procurar o material em residências, festas, bares da cidade e em todo o município, sítios e distritos.

Com o projeto Reciclagem e Artesanato, José Carlos recolhe também ferros e faz artesanatos em pneus para enfeites de jardim, e todo o valor arrecadado é repassado para o leilão; ele também reaproveitou máquinas de lavar roupas, colou adesivos, colocadas em pontos estratégicos e utilizadas como pontos de coletas.

Até o mês passado, ele fazia toda a coleta em uma moto bastante avariada que sua filha tinha lhe dado de presente. Atualmente ele conta com a ajuda da esposa, filhos, netos e familiares.

No encerramento do 14º Leilão Direito de Viver de Cabixi, realizado no dia 12 de setembro, de forma virtual, foi a vez de um grupo de amigos promover uma surpresa para o dedicado colaborador desta causa nobre em prol do próximo.

José Carlos foi convidado a anunciar o resultado de sua arrecadação/doação do ano de 2021 e, como em todos os anos, seguiu para o evento imaginando que seria apenas o encontro de prestação de contas que é um momento de muita transparência em todos os leilões do HC de Amor.

Na reunião, José Carlos teve uma agradável surpresa, ao ser presenteado com uma moto CG Fan 160, 0 Km, adquirida pelo grupo de amigos denominado “Amigos do Bem”.

Os Amigos fizeram uma proposta para José Carlos de lhe entregarem a moto 0 km, e em troca ele também entregar a sua moto velha, para ser leiloada e o valor arrecadado ser doado para o hospital.

Ele aceitou a proposta e a sua moto antiga foi leiloada e arrematada pelo próprio grupo de amigos pelo valor de R$ 10, 000,00.

Em síntese, esta é a história de um cidadão comum, que encontrou na reciclagem de material considerado “lixo”, uma grande oportunidade de contribuir com uma causa social que salva milhares de vidas.

***
Destaques Psicologias do Brasil, com informações de News Rondonia.
Fotos: Reprodução.

RECOMENDAMOS






Uma seleção das notícias relacionadas ao universo da Psicologia e Comportamento Humano.