Recentemente, repercutiu muito nas redes sociais no México o caso de uma idosa que procurou um loja de assitência técnica de celulares porque acreditava que seu aparelho estava danificado. Ela disse ao técnico que não conseguia se comunicar com seus filhos. E de fato havia um problema, mas não era exatamente com o celular dela.

Aurora Hernández, que vive na Cidade do México, recorreu a alguns locais que oferecem assistência técnica com a intenção de verificar seu telefone, porque não entendia o motivo pelo qual seus filhos não ligavam. Ela estava convencida de que era porque o dispositivo móvel não estava funcionando.

Primeiro, um profissional quis tirar proveito de sua situação e cobrar dela 1.500 pesos mexicanos para verificar o telefone que não tinha problema, mas ela não tinha essa quantia e saiu de lá desanimada. No entanto, outro técnico de coração nobre ouviu seu problema e pediu que ela o procurasse.

A idosa não entendia como havia passado tanto tempo sem poder se comunicar com seus filhos, então assumiu que o telefone era ruim. “Faz um ano ou mais que meus filhos não me respondem. O celular não funciona, porque como meus filhos não falam comigo?”, disse ela na ocasião.

O técnico soube imediatamente que não era esse o problema, então concordou em ajudá-la de graça sem revelar a verdade da situação. “Não se preocupe, deixe aqui. Não se preocupe com o preço”, disse o técnico à idosa.

Quando já estava com o telefone nas mãos e a idosa foi embora, ele olhou os contatos e ligou para um dos filhos para contar o que estava acontecendo. Então ele pediu que ele entrasse em contato com a mãe logo, pois ela estava desesperada.

“Aurora Hernández é sua mãe? Ela me trouxe um celular para consertar porque acha que ele não funciona, mas não há problema nenhum com ele. Tudo o que ela quer é poder falar com você. Não sei se esse milagre pode acontecer.”, explicou o técnico.

O que aconteceu em seguida foi que a idosa foi buscar o telefone já acompanhada do filho. O técnico não revelou a verdade para ela, para não ferir seus sentimentos, e disse que precisou fazer um pequeno ajuste no aparelho. Ele não a cobrou, mas a idosa quis recompensá-lo comprando algo em sua loja.

***
Destaques Psicologias do Brasil, com informações de UPSOCL.
Imagens: Reprodução/Youtube Torres Paul.

RECOMENDAMOS






Uma seleção das notícias relacionadas ao universo da Psicologia e Comportamento Humano.