A expectativa média de vida das pessoas com síndrome de Down hoje esté entre 50 e 60 anos de idade, mas nem sempre foi assim. Há alguns anos, a expectativa de vida dessas pessoas era bem mais baixa, não passando os 20 anos. Georgie Wildgust, entretanto, contrariou todas as probabilidades e não só passou a média dos 20 anos, como até ultrapassou todas as expectativas, comemorando 77 anos de idade no dia 16 de Agosto de 2019.

Georgie credita a sua longevidade a uma vida social ativa e, claro, ao amor e apoio que sempre teve por parte da sua família.

Ainda que os médicos tivessem previsto que ele possivelmente não chegaria sequer aos 10 anos, a sua família sempre fez o possível para que este tivesse uma vida feliz, sendo hoje aposentado em Notthingham e uma das pessoas mais velhas do mundo com Síndrome de Down.

“A sua mãe sempre dizia que ele podia fazer qualquer coisa e, por isso, ele sempre foi muito independente.”, contou Nikki Wright, sobrinha de Georgie, que o visita todas as semanas.

Tendo trabalhado como jardineiro e criador de tapetes antes de se aposentar, Georgie vive actualmente num lar, após a morte da sua mãe em 1993. Contudo, tem dois irmãos, sendo que o irmão mais novo, Colin, 71 anos, morreu há três anos, e a sua irmã, Jean Yessyan, 79 anos, costuma conversar com ele através do Skype da Austrália.

“Honestamente, todos os dias em que você trabalha, ele faz você sorrir“, disse Kimberley Taylor, membro da equipe da clínica, segundo a BBC.

***
Destaques Psicologias do Brasil, com informações de Sábias Palavras.
Fotos: Reprodução.

Precisa de ajuda? Conheça a nossa orientação psicológica.


*O conteúdo do texto acima é de responsabilidade do autor e não necessariamente retrata a opinião da página e seus editores.


Compartilhar

RECOMENDAMOS



COMENTÁRIOS




DESTAQUES PSICOLOGIAS DO BRASIL
Uma seleção das notícias relacionadas ao universo da Psicologia e Comportamento Humano.